Desmame precoce

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1169 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
promover o aleitamento materno e auxiliar na desmitificação e na quebra desses paradigmas.
INTRODUÇÃO
Atualmente, a importância do aleitamento materno tem sido amplamente divulgada, porém, apesar das fontes de informação disponíveis, há casos de completa ignorância sobre a importância desse alimento, além da existência de fatores que influem negativamente e findam por favorecer o seu declínio,tornando seus comprovados benefícios insuficientes para o incentivo de sua prática.
Associado a esses fatores encontra-se a adolescência, uma fase marcada por mudanças, conflitos e adaptações, que pode tornar-se mais complicada com a presença de uma gravidez precoce. Além do despreparo da mãe adolescente, vários outros questionamentos englobam o ato de amamentar, desde fatores sociais,psicológicos e culturais, até opiniões e incentivos de pessoas próximas à adolescente primípara, que acabam por interferir direta ou indiretamente na decisão de prosseguir ou não amamentando, e no tempo de duração da amamentação, o que delega à enfermagem um papel importante na quebra desses paradigmas.
O aleitamento materno tem sido visto historicamente como uma condição imposta, constituindo, assim, maisum desafio a ser superado, que conta com a participação ativa da equipe de enfermagem, visando modificar essa ideologia a partir da promoção do aleitamento materno de forma fundamentada, desmitificando ideias preconcebidas e eliminando a opção ou imposição pelo desmame precoce.
Tendo em vista a relevância social do aleitamento materno, e a inexperiência de adolescentes primíparas, o presentetrabalho trata-se de uma reflexão teórica que tem como objeitvo abordar as questões que interferem na manutenção do aleitamento materno em adolescentes e identificar as dificuldades enfrentadas pelos profissionais de enfermagem na promoção da prática de amamentação entre essas adolescentes. Para fundamentar o estudo foram selecionados artigos publicados entre 2006 a 2010 utilizando a base de dadosScielo, obtendo informações relacionadas à pesquisa.
Assim como os programas de saúde, a enfermagem enfrenta desafios para conseguir promover a prática da amamentação, principalmente entre mães adolescentes que tem seu primeiro filho e ainda não tem experiência, orientando, estimulando e buscando minimizar as influências que se opõem a essa prática. Santos; Ferrari e Tonete (2009, p.692) afirmam queA promoção envolve trabalhar de forma a aumentar o reconhecimento, por parte da sociedade, das inúmeras vantagens do aleitamento materno, criando um ambiente em que populações específicas, profissionais de saúde, dirigentes e gestores de serviços públicos e privados, empregadores e empregados valorizem esta prática.
Em relação às mães adolescentes, a idade pode constituir um possível fatornegativo. Segundo Faleiros; Trezza e Carandina (2006, p.624)
Alguns autores relacionam a idade materna mais jovem à menor duração do aleitamento, talvez motivada por algumas dificuldades, como, por exemplo, um nível educacional mais baixo, poder aquisitivo menor, e, muitas vezes, o fato de serem solteiras.
Associado à idade precoce, encontra-se o fato da ausência de uma experiência anterior, o quenão permite uma maior segurança à mãe. De acordo com Faleiros; Trezza e Carandina (2006, p.626)
Em se tratando de ter ou não uma experiência anterior com aleitamento materno, as mães que tiveram uma experiência prévia positiva, provavelmente, terão mais facilidade para estabelecê-lo com os demais filhos.
Porém, como essas experiências são individuais de cada adolescente, o contexto do nascimentovaria em cada caso (idade, condições socioeconômicas, situação conjugal), como defendem Faleiros; Trezza e Carandina (2006, p.627)
O simples fato de ter uma experiência prévia, talvez não seja suficiente como estímulo para amamentação dos filhos subsequentes. Portanto, a dificuldade de análise da influência dessa variável se deve a múltiplos fatores e às mudanças na dinâmica familiar ocorridas...
tracking img