Desigualdade social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2147 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA / UNIDERP

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA




Atividade Complementar Supervisionada




Trabalho apresentado integrante da grade curricular do Curso de Serviço Social – 3°Semestre, para disciplina Psicologia Social.
Professora tutora presencial: Fátima Dias Marques.Titulo: Desigualdade Social, Invisibilidade Social, Sociedade Brasileira.


Taubaté, 02 Abril de 2012.


Acadêmicos:

Bruna Ferreira de Jesus - RA. 2319366545
Cristiane Ap. R. Figueiredo - RA. 2318370054
Gláucia Valéria Cursino Rosa da Silva - RA. 3326021690
Maria de Lourdes Martins Gomes RA. - 2330447504.
Maria Sueli dos Santos Ribeiro - RA. 2624481934Valéria Ap. de Andrade R. dos Santos - RA. 1099449112




Introdução

A presente ATPS consiste na construção de uma fundamentação teórica-prática referente aos conceitos de humilhação social, invisibilidade pública e na identificação desses fenômenos na vida cotidiana. Hoje, na medida em que a sociedade se afasta dos ideais e referências de Bem-Estar Social , contexto no qual o controlesocial era exercido na perspectiva da configuração de uma sociedade totalizante emerge um conjunto de novos condicionamentos sociais que tendem a subsumir as formas de controle social em novas formas de sociabilidade . A concepção de exclusão social costuma ser relacionada a um plano de causalidade complexo e multidimensional, diferenciando-se da concepção de pobreza, sobretudo porque aquela é umacondição produzida na emergência, caracterizada pela estratégia que os termos que fundam e reproduzem os jogos entre mercado, trabalho, e desejos. Enquanto a pobreza é um desdobramento das relações históricas e estruturais de oposição entre os interesses de classes, portanto, um fenômeno econômico que se configura na questão social derivada das relações capital  e trabalho, a exclusão social secaracteriza por um conjunto de processos que se estabelecem no campo alargado das relações sociais contemporâneas: a precarização do trabalho, a desqualificação social, a desfiliação social, desumanização do outro e a anulação da identidade. Tais processos geralmente são responsabilizados pela emergência ou difusão de outros fenômenos: o desemprego estrutural, a população de rua, a fome, aviolência, a falta de acesso a bens e serviços, à segurança, à justiça e à cidadania, entre outros.










A Desigualdade Social, Invisibilidade Pública, Sociedade Brasileira.

A desigualdade social brasileira vem nos mostrar que a invisibilidade afeta de forma indireta, vários indivíduos da sociedade.
Um dos principais motivos é ilusão de pessoas pobres que com o objetivo de melhorar devida migram para as grandes cidades, principalmente para São Paulo em busca de melhores salários e da tão sonhada qualidade de vida.
Ao chegarem ao seu destino à realidade é apresenta de uma outra maneira, sem formação precisam se submeter às condições dos empregos que lhes é oferecido, serviços discriminados pela sociedade tais como: ambulantes, garis, empregadas domésticas, faxineiros,profissionais do sexo, dentre outros. Na maioria das vezes fazem o trabalho que outros se recusam a fazer.
Sem outra opção desempenham suas funções como máquinas, programadas para cumprirem suas obrigações, ocorrendo assim à anulação de identidade, pois acabam se tornando algo sem valor, ou seja, apenas um uniforme e colocam sobre si a sensação, a referencia de cumprir o dever, pura e somente. É nessasituação que ocorre a humilhação social.
A escravidão no Brasil foi abolida no Séc. XIX, porém algumas classes trabalhadoras se encontram ainda escravizadas. O Brasil tem uma das piores distribuições de renda do mundo também é composto por uma enorme população de miseráveis e de párias sociais, que conseguem sobreviver com muitas dificuldades.
Para agravar ainda mais a situação, são esses mesmos...
tracking img