Desigualdade social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1820 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO 3

2 DESENVOLVIMENTO 4
2.1 - Atividade I ----------------------------------------------------------------------------------------4
2.2 - Atividade II ---------------------------------------------------------------------------------------5
2.3 - Atividade III -------------------------------------------------------------------------------------- 9


3-CONCLUSÃO--------------------------------------------------------------------------------------10

4 - REFERÊNCIAS -----------------------------------------------------------------------------------11



1 INTRODUÇÃO
O objetivo deste trabalho é proporcionar uma reflexão critica acerca das teorias políticas suas interpretações sobre a sociedade capitalista, o trabalho será baseado em Karl Marx onde seráabordado sua concepção sobre as desigualdades sociais, a concepção de estado e governo e das leis para a vida em sociedade, o que significa e como são produzidas as desigualdades sociais, o padrão desta na minha região.

2 DESENVOLVIMENTO
DESENVOLVIMENTO

ATIVIDADE I


KARL MARX





CONCEPÇÃO DO PENSADOR
EXEMPLO ENCONTRADO ATUALMENTE QUE JUSTIFICA A CONCEPÇÃODESIGUALDADES SOCIAIS


Marx considera as desigualdades sociais como produto de um conjunto de relações pautado na propriedade como um fato jurídico, e também político. Para ele as desigualdades sociais surgiram através do poder de dominação da burguesia sobre o proletariado. O Socialismo implantado em alguns paises como o Haiti, Republica Dominicana e Cuba que são paises comunistas diferente doque Marx pensou esse sistema não deu certo






CONCEPÇÃO DE ESTADO E GOVERNO


Marx entende estado e governo como uma contradição entre os interesses da sociedade civil e do aparelho estatal e essa divergência tem sua origem na propriedade privada. Para ele qualquer governo seja democrático ou ditatorial estaria sempre voltado a cumprir os interesses gerais das classesdominantes. Isso demonstra que o Estado é um dos responsáveis pela contradição entre Estado e trabalho, ou seja, uma das formas de oposições de classes.


A CONCEPCÃO DAS LEIS PARA A VIDA EM SOCIEDADE


O PENSADOR ABORDA FORMAS DE ENFRENTAMENTO DAS DESIGUALDADES SOCIAIS? SE SIM, COMO?
Para Marx o único caminho possível seria uma sociedade baseada nos princípios comunistas e livre daeconomia liberal. Ele entende que a realização do comunismo só seria possível através da transição do capitalismo para o socialismo


ATIVIDADE I I
Quando falamos em desigualdades sociais não estamos falando de um tema recente ela surgiu com a sedenterização quando o homem deixou de ser nômade e passou a apropriar-se do solo e viver basicamente da agricultura, assim surgiram asdiversidades na produção e consequentemente, uns passaram a ter mais que os outros e desde então as diferenças só foram acentuando no decorrer da história.
No século XVIII com a revolução industrial o capitalismo teve um grande crescimento dando origem assim às relações entre o capital e o trabalho, então o capitalista que era o grande patrão e o trabalhador assalariado passaram a ser os principaisrepresentantes desta organização.
Visando aumentar os lucros e diminuir despesas os homens pensam que podem tudo, inclusive passar por cima dos valores humanos. A distribuição de renda se torna concentrada nas mãos de poucos, proporcionando um desequilíbrio econômico e por conseqüência, social, pois o individuo trabalhador mesmo cumprindo com suas funções não possui condições de no final do mêsprover o necessário ao menos.
Marx considera as desigualdades sociais como produto de um conjunto de relações pautado na propriedade como um fato jurídico, e também político. Para ele o poder de dominação da burguesia sobre o proletariado é que da origem a essas desigualdades.
As desigualdades se originam dessa relação contraditória, refletem na apropriação e dominação, dando origem a um...
tracking img