Desigualdade social tema violencia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2406 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Desigualdade social é a grande causa da violência entre jovens, afirma pesquisa do IPEA. |
De um lado, jovens brancos, bem vestidos, com um bom nível de escolaridade e trabalhando com carteira assinada. De outro, jovens negros, maltrapilhos, analfabetos e trabalhando na informalidade para comprar comida. O quadro de extrema desigualdade citado no exemplo acima, tão comum no Brasil, está entre asprincipais causas da violência entre jovens, segundo um estudo divulgado pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA). “A desigualdade social está entre as maiores causas da violência entre jovens no Brasil. Ela é o grande contexto, o pano de fundo, onde vive a população mais atingida por esse problema: as pessoas entre 15 e 24 anos”, afirma Luseni Aquino no artigo “Desigualdadesocial, violência e jovens no Brasil”, produzido em parceria com a pesquisadora Enid Rocha.Um dos fatores que evidenciam a desigualdade social e expõem a população jovem à violência é a condição de extrema pobreza que atinge 12,2% dos 34 milhões de jovens brasileiros, membros de famílias com renda per capita de até ¼ do salário mínimo, afirma a pesquisa.No total, são 4,2 milhões de jovens extremamentepobres. Destes, 67% não concluíram o ensino fundamental e 30,2% não trabalham e não estudam. O estudo também revela que os jovens afrodescendentes são os mais excluídos, já que 73% dos jovens analfabetos são negros e 71% dos extremamente pobres que não trabalham e não estudam são afrodescendentes.Apesar de ser um agravante das situações de violência, os números divulgados pela pesquisa mostram quea pobreza não é preponderante para o comportamento violento, mas sim a desigualdade social. “Como a violência afeta mais os pobres, é usual fazer um raciocínio simplista de que a pobreza é a principal causadora da violência entre os jovens, mas isso não é verdade”, afirma a pesquisadora Enid Rocha. “O fato de ser pobre não significa que a pessoa será violenta. Temos inúmeros exemplos de atosviolentos praticados por jovens de classe média”.Para as pesquisadoras, uma das formas de superar a desigualdade é a introdução de mecanismos compensatórios para aumentar a renda dos jovens extremamente pobres. “É preciso promover a inclusão social desses jovens por meio da escola e do emprego, que são os dois mecanismos lícitos de ascensão social”, explica Enid Rocha. Atualmente, a política do governofederal de transferência de renda é o Bolsa-Família, benefício em dinheiro destinado a famílias com rendimento de até R$ 100 mensais. Hoje, cerca de 3,9 milhões de famílias são atendidas pelo programa. (Fonte: Agência Brasil) |
|
Violência e desigualdade social: por uma solução estrutural
A violência é, seguramente, um dos mais graves e preocupantes problemas do Brasil nos dias atuais. Elaafeta todas as classes sociais e todos os grupos etários do País. No entanto, os mais atingidos pela falta de segurança nas cidades brasileiras são as crianças, os adolescentes e os jovens.
Nos últimos anos, diversos estudos vêm mostrando que a violência se transformou em uma das principais causas de morte na juventude. Dados da pesquisa “Mapa da Violência III”, produzida pela UNESCO, indicam queenquanto a taxa global de mortalidade da população brasileira caiu de 633 para 573 em 100 mil habitantes entre 1980 e 2000, aquela relativa aos jovens passou de 128 para 133 no mesmo período. Percebe-se que a mortalidade juvenil também mudou seu perfil nas últimas décadas. Atualmente são as causas externas, sobretudo os homicídios e os acidentes de trânsito, as maiores responsáveis por mortesnesse grupo populacional. Em 1980, tais fatores já representavam 52,9% do total de óbitos nessa faixa etária. No ano 2000, as causas externas originaram 70,3% das mortes na juventude.
O debate sobre a violência tem ocupado lugar de destaque na agenda pública brasileira, o que já é um sinal positivo. Mas infelizmente as soluções para essa questão não podem ser imediatistas. Além dos investimentos...
tracking img