Desigualdade social no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1857 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANNIELLY CRYZ FERREIRA

AS CAUSAS DA DESIGUALDADE SOCIAL NO BRASIL

INTRODUÇÃO

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA)(2009),um país tem pobreza quando existe escassez de recursos ou quando, apesar de haver um volume aceitável de riquezas, elas estão mal distribuídas. O Brasil não é um país pobre, e sim um país desigual.A desigualdade social acontece quando adistribuição é feita de maneira inadequada, portanto, injusta, sendo que enquanto a maior parte do dinheiro fica com a minoria, a maioria sofre com a divisão salarial. A desigualdade presente no Brasil é uma das maiores do mundo, todo dia vemos ou ouvimos falar em: violência, moradores de rua, preconceito, prostituição infantil, entre outros.
O problema da nossa pesquisa é as causas da desigualdade social noBrasil: violências,pobreza,prostituição,crianças e jovens marginalizados, racismo, alcoolismo, drogas, facilidade de comprar armas e o baixo índice de escolaridade também pesam e agravam o problema.
Escolhemos esse assunto,porque além de ser um tema político,a sociedade brasileira deve perceber que sem um efetivo estado democrático ,não tem como combater,ou mesmo reduzir significativamente adesigualdade social no Brasil,e é esta que permite o povo escolher os melhores para estarem no poder.
Os nossos objetivos são: entender o por que de tanta desigualdade social no Brasil,se ele não é um país pobre;relatar as principais causas e os elementos que levam a desigualdade social em nosso país.
O assunto é relevante porque quando se fala em desigualdades sociais no Brasil,não se trata decentenas de pessoas,mas em milhões que vivem e que passam por essas causas.
O artigo é de natureza bibliográfica,baseada nos seguintes autores:
A pesquisa contribuirá para, mostrar o principal ponto a ser enfrentado para que se diminua a desigualdade social no Brasil,e para que a sociedade procure modificar essa realidade.

DESENVOLVIMENTO

De acordo com Almeida(2007),o Brasil, desde seudescobrimento, traz consigo esta deplorável marca da desigualdade social. A herança das diferenças sociais, da escravidão, do preconceito, do racismo,data do descobrimento e foi deixada pelos então proprietários de terras e governantes que trouxeram para a nova terra os marginalizados portugueses, os africanos que escravizaram e humilharam, os italianos e outros imigrantes que não eram vistos com bonsolhos pelos senhores feudais. Daí a origem da desigualdade social brasileira que permanece e se expandiu de tal forma que chega a ser quase irremediável nos dias atuais.
Segundo Rousseau, a desigualdade tende a se acumular. Os que vêm de família modesta têm, em média, menos probabilidade de obter um nível alto de instrução. Os que possuem baixo nível de escolaridade têm menos probabilidade dechegar a um status social elevado, de exercer profissão de prestígio e ser bem remunerado. É verdade que as desigualdades sociais são em grande parte geradas pelo jogo do mercado e do capital, assim como é também verdade que o sistema político intervém de diversas maneiras, às vezes mais, às vezes menos, para regular, regulamentar e corrigir o funcionamento dos mercados em que se formam as remuneraçõesmateriais e simbólicas.
No mundo em que vivemos percebemos que os indivíduos são diferentes, estas diferenças se baseiam nos seguintes aspectos: coisas materiais, raça, sexo, cultura e outros. Os aspectos mais simples para constatarmos que os homens são diferentes são: físicos ou sociais. Constatamos isso em nossa sociedade pois nela existem indivíduos que vivem em absoluta miséria e outros quevivem em mansões rodeados de coisas luxuosas e com mesa muito farta todos os dias enquanto outros não tem sequer o que comer durante o dia. Por isso vemos que existe a desigualdade social, ela assume feições distintas porque é constituída de um conjunto de elementos econômicos, políticos e culturais próprios de cada sociedade.
Segundo Tomazi(1993),a desigualdade social não é acidental, e sim...
tracking img