Desgastes psiquicos do cuidador do portador da doença de alzheimer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1060 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP Instituto de Ciências Humanas – ICH Curso Psicologia – Campus Vargas

DESGASTES PSÍQUICOS DO CUIDADOR DO PORTADOR DA DOENÇA DE ALZHEIMER.
Autores: * Karina Nogueira Christo, Fernanda Fernandes dos Santos Ramos, Priscila Bonesso Pereira de Carvalho, **Mauro Campos Balieiro
INTRODUÇÃO Todo idoso passa por algumas dificuldades em sua rotina, porém, além das perdasditas normais do ciclo humano, podemos perceber o aumento de doenças crônico degenerativas, como reumatismo, artrite, diabetes, problemas cardíacos, e até problemas mentais, como a doença de Alzheimer. A Doença de Alzheimer ou DA como é popularmente conhecida é um distúrbio neurológico degenerativo progressivo que se caracteriza por perdas graduais da função cognitiva e distúrbios no comportamento eafeto. Diante dessas novas dificuldades, surge à pessoa do cuidador, responsável em prestar cuidados ininterruptos e amparar o idoso em meio às suas dificuldades. Geralmente quem realiza o suporte ao idoso é algum membro da família. Os cuidadores dedicam-se integralmente ao portador de DA, abdicando-se de suas vidas o que pode causar abalos físicos e emocionais por causa da sobrecarga do cuidadointegral. OBJETIVOS Esse trabalho teve como objetivo principal entender como o cuidador do paciente portador da Doença de Alzheimer vivencia sua experiência de cuidar, sua qualidade de vida, seus sentimentos e emoções. Com os objetivos específicos buscamos identificar como os cuidadores lidam com o cuidar, suas expectativas, suas frustrações e como suas relações sociais mudaram após assumir opapel de cuidador. Tentamos assim identificar o impacto subjetivo da Doença de Alzheimer na vida do cuidador. MÉTODOS A pesquisa foi realizada com 14 cuidadores de pacientes portadores de DA, moradores da cidade de Ribeirão Preto e região. Para a realização dessa pesquisa utilizamos um questionário com questões socioeconômicas e aplicamos a Caregiver Burden Scale (CBS), validada por Medeiros em seuestudo em 1998, ambos aplicados em lugar de escolha do próprio cuidador. RESULTADOS Nossa amostra foi composta pela maioria de sujeitos feminina, com média etária de 60 anos. A maioria dos cuidadores haviam cursado apenas o Ensino Fundamental e possuíam uma renda entre R$500,00 e R$ 1.500,00 proveniente da colaboração de pelo menos 2 membros da família. Porém a maioria dos cuidadores são aposentadosou não trabalham, dedicando-se integralmente ao portador de DA. Quanto aos pacientes, a média etária estava concentrada nos 71 anos e a grande maioria cursou no máximo o Ensino Fundamental. A escala CBS se subdivide em cinco categorias, que são elas: Tensão, Isolamento, Decepção, Envolvimento Emocional e Ambiente, que no total constituem a categoria Global. Calculando as estatísticas descritivas,notamos que os resultados obtidos nas categorias Tensão, Isolamento e Decepção obtiveram maiores escores médios em relação à Envolvimento Emocional e Ambiente. Na avaliação Global de nossos sujeitos obtivemos uma média de 2,38 em uma escala que varia de 1 a 4 , isso nos indica que a amostra não evidencia grandes índices de desgastes psíquicos. Foi possível notar que em algumas categorias jácitadas como Tensão, Decepção e Impacto Global, quando relacionadas à quantidade de moradores, os escores tornavam-se menores ao elevarmos o número de pessoas que moravam com o cuidador. Ao analisarmos a variável “Idade do Cuidador” pudemos notar que as categorias Decepção, Isolamento, Tensão e Global, apresentavam maiores escores quando o cuidador apresentava idade acima de 60 anos. Enquanto ascategorias Ambiente e Envolvimento Emocional apresentavam seus maiores escores quando os cuidadores possuíam idades inferiores a 60 anos. Foi observado também que quanto maior o grau de instrução do cuidador, menor era o impacto por ele sofrido, confirmando a possibilidade de que uma maior orientação intelectual ameniza a maneira que esse cuidador sofre com a doença de seu familiar. ANÁLISE De acordo...
tracking img