Desgaste de guias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1418 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
30 Recuperação de guias ou vias deslizantes II
ma empresa especializada em reforma de máquinas assumiu o compromisso de reformar uma fresadora universal pertence à Kibarra S.A. Após os exames e as análises geométricas, concluiu-se que as guias das mesas deveriam ser restauradas, e esta restauração estaria sob a responsabilidade da equipe de rasqueteadores. Que operações esta equipe executa?Quais são as ferramentas e instrumentos utilizados por esse pessoal? Como esses profissionais avaliam a qualidade do trabalho executado? Essas questões serão respondidas ao longo desta aula.

A UU AL A L

30

A

U

Processo mecânico convencional para recuperar guias ou vias de deslizamento
Na aula anterior, estudamos que as guias do barramento podem ser recuperadas pelo processo derevestimento deslizante com a aplicação de resinas. Nesta aula, estudaremos outra forma de recuperar as guias, ou seja, pela aplicação do processo mecânico convencional. O processo mecânico convencional consiste em usinar e depois rasquetear as guias.

Rasquetear
Rasquetear é a operação mecânica que consiste em extrair partículas metálicas muito pequenas da superfície de uma peça previamente usinadapor limagem, torneamento, fresagem, aplainamento ou retificação. · · Essa operação tem dois grandes objetivos: corrigir a superfície das peças para suavizar os pontos de atrito; contribuir para a formação de uma película de óleo entre as superfícies de contato de peças que deslizam entre si.

225

A U L A

30

O rasqueteamento é executado por meio de uma ferramenta de borda afiada chamadarasquete.

Tipos de rasquete
As figuras abaixo mostram alguns tipos de rasquete manuais e uma máquina de rasquetear.

Rasqueteadeira elétrica

Constituição dos rasquetes
Os rasquetes são feitos de aços-liga para ferramentas. Essas ferramentas são forjadas, conformadas, temperadas e revenidas. Após o revenimento, são afiadas e acabadas. As pontas intercambiáveis, quando utilizadas emrasquetes que as admitem, são feitas de aço ao tungstênio, que é bastante duro. Rasquetes com essas pontas são indicados para trabalhar metais ou ligas metálicas duras. O ângulo de corte dos rasquetes varia de 60° a 110°.

226

Aplicações do rasqueteamento
O rasqueteamento é aplicado nas superfícies côncavas dos mancais de deslizamento; também em faces planas dos instrumentos de medida e decontrole como réguas, mesas e bases de níveis, e em guias de barramento de máquinas-ferramenta.

A U L A

30

Qualidade de uma superfície rasqueteada
A qualidade de uma superfície rasqueteada depende do número de pontos de apoio que ela apresenta em uma área de 25 mm2. Essa área, com um determinado número de pontos de apoio, é a unidade da qualidade de uma superfície rasqueteada. Dependendo donúmero de pontos de apoio que uma área de 25 mm2 apresenta, temos quatro graus de qualidade do rasqueteado, ou seja: · rasqueteado desbastado de ajuste; · rasqueteado desbastado de desbaste; · rasqueteado fino de acabamento; · rasqueteado finíssimo de acabamento.

227

A U L A

O quadro seguinte resume os graus de qualidade do rasqueteado.
GRAUS DE QUALIDADE DO RASQUETEADO

30

DenominaçãoDesbastado de ajuste Desbastado de desbaste Fino de acabamento

Pontos de apoio em 25 mm2 1a3 4a5 6 a 19

Emprego Superfícies de apoio e superfícies fixas. Superfícies de todos os tipos. Guias e barramentos de máquinas de todos os tipos. Ferramentas de planear e desempenar superfícies de todos os tipos.

Tipos de superfície Planas Planas e curvas Planas e curvas

Finíssimo de acabamento20 ou mais

Planas e curvas

As figuras a seguir mostram superfícies rasqueteadas aumentadas, em vista lateral e em vista de cima, circunscritas a 25 mm2.

VISTA LATERAL

VISTA DE CIMA

( 25 mm2)

desbastado de ajuste

desbastado de desbaste

fino de acabamento

finíssimo de acabamento

228

Manejo do rasquete plano
O rasquete plano, um dos mais utilizados na prática,...
tracking img