Desequilibrio ecologico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1445 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Anísio Teixeira



Ariquemes/RO
Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Anísio Teixeira



"Se você sorrir para a vida, ela te trará a razão de viver"(Ueiler Silva)


Ariquemes/RO

Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Anísio Teixeira



Trabalho em equipe apresentado ádisciplina de Biologia da profª Cirdilei,
para obtenção de nota relativa ao 2º
bimestre.
.

Ariquemes/RO
Desequilíbrio Ecológico

Há na natureza um equilíbrio dinâmico entre os organismosvivos (biocenose) e o ambiente em que vivem (biocenose), compartimentos estes que, formam o ecossistema, com suas trocas e influências entre organismos e entre eles e o meio. Fator de desequilíbrio é qualquer acontecimento ou evento que venha a perturbar as características naturais de um ecossistema.

Fatores naturais de desequilíbrio

São eventos muito esporádicos, imprevisíveis, comograndes furacões, terremotos, tempestades, maremotos, vendavais, etc., os quais tendem a gerar intensa destruição nos ambientes onde ocorrem. Dependendo do tipo de ecossistema atingido, os danos na comunidade biológica podem ser intensos, sendo necessários vários anos para a sua plena recuperação. Em alguns casos, eventos esporádicos, mas cíclicos (voltam a ocorrer em períodos de tempo longos, masrelativamente regulares), induzem as comunidades ao desenvolvimento de adaptações, como por exemplo, nos cerrados, onde o fogo é um fator estressante periódico, que ocorre em intervalos de alguns anos. Neste exemplo, muitas árvores e plantas já se encontram adaptadas ao fogo, algumas inclusive necessitando dele em alguns processos reprodutivos. Neste caso, o fogo do cerrado é um fator de desequilíbriopara alguns componentes do ecossistema, mas para outros não.

Fatores de desequilíbrio induzidos pelo homem

Nesta categoria encontram-se todos os tipos de estresse produzido pelo homem na natureza: poluição atmosférica, poluição dos rios e lagos, poluição dos mares e oceanos, desmatamento de florestas, matas ciliares e mangues, depredação e captura de espécies para comércio, macacos,aves, focas, sobre pesca (captura excessiva de peixes, captura de peixes muito jovens e peixes em época reprodutiva), aquecimento global (efeito estufa), redução na camada de ozônio, explosão demográfica, etc..
Estes e outros fatores, ligados às atividades humanas causam perturbações nos ecossistemas, que vão desde efeitos imperceptíveis em curto prazo até a total destruição de ecossistemasinteiros, como ocorrem com os aterros de manguezais, queimadas na Amazônia, derrames de petróleo, etc.. Um aspecto muito importante no que diz respeito aos fatores de desequilíbrio ecológico é que, estando todas as espécies interligadas em um ecossistema e dependendo do ambiente físico para viver, as perturbações ocorridas em uma espécie ou um compartimento ecológico (por exemplo, animais herbívoros),refletirão em toda a teia trófica, causando danos muito maiores, em todo o ecossistema.


Exemplo teórico de desequilíbrio ecológico:

O ambiente - Os costões rochosos do litoral de São Paulo, situados nos cantos das praias, e nas ilhas, são ecossistemas ricos em diversidade e densidade de organismos, os quais são agrupados em produtores (algas verdes, vermelhas, pardas), herbívoros...
tracking img