Desenvolvimento equilibrado e desequilibrado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4371 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de maio de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1 Teorias de desenvolvimento: crescimento equilibrado e desequilibrado

Serão apresentadas sucintamente nesta parte as diferentes teorias que guiarão o tema do trabalho. Para uma melhor apresentação, as ideias serão divididas em dois pontos principais: Teoria do Crescimento Equilibrado e Teoria do Crescimento Desequilibrado. A subdivisão será de acordo com as diferentes abordagens dos autores.As idéias de Rosenstein-Rodan e Nurkse guiarão o tópico do crescimento equilibrado e os argumentos de Perroux, Hirschmann e Myrdal o do crescimento desequilibrado.

1.1 Teoria do crescimento equilibrado

A estratégia de crescimento equilibrado tem por objetivo fazer investimentos em diversas áreas ao mesmo tempo a fim de criar, simultaneamente ao crescimento da indústria, um mercadoconsumidor capaz de absorver a alta da produção. Segundo os defensores desta ideia, um empreendimento que não seria viável se fosse feito individualmente, pode obter sucesso se for associado a um conjunto de empreendimentos. A ideia básica é fomentar o mercado interno para que haja um suporte para a indústria e o comércio nascente.

1.1.1 Paul N. Rosenstein-Rodan – Teoria do Grande impulsoRosenstein-Rodan foi o precursor da ideia do “grande impulso” (Big Push), ou seja, promover um conjunto de investimentos em diversas indústrias diferentes, para que a nova mão-de-obra gerada constitua também o mercado consumidor para as novas atividades industriais. Esta teoria tem grande relação com a lei de Say, que diz que para toda oferta há uma demanda correspondente.
A estratégia exige grandeinvestimento em treinamento de mão-de-obra, pois é o aumento do número de trabalhadores qualificados que faz com que aumente o mercado consumidor. Segundo Souza (2005, p. 177):

A principal vantagem de sua proposta consistia em uma industrialização baseada no consumo, o que seria feito, portanto, sem sacrifícios da população, e no desenvolvimento da indústria com altos coeficientes de trabalho.Rosenstein-Rodan fez um estudo sobre os problemas de industrialização da região do leste europeu, que foi publicado no The Economic Journal no ano de 1943. Ele apontava esta questão como sendo de interesse global, afinal, para que houvesse uma distribuição de renda mais equitativa em âmbito mundial, haveria de se incentivar o desenvolvimento das regiões mais pobres.
Esta dificuldade deindustrialização da região seria resolvida ajustando a Europa do leste à economia mundial. Segundo o autor, isto criaria um novo mercado produtor e consumidor, o qual não acarretaria severas modificações no âmbito da divisão internacional do trabalho. Isto faria com que se criasse, ao fim do processo, mais produto e mais riqueza para todos.
A idéia era criar um mercado com mão de obra nova (advinda dagrande massa de desempregados) sem perturbar a atividade comercial mundial. O primeiro passo para isso seria qualificar a mão de obra. Este papel seria do Estado, já que para os empresários privados isto não se tratava de um investimento lucrativo. Ademais, para a industrialização ocorrer em larga escala, seria essencial a complementação das diferentes indústrias.
Rosenstein-Rodan defende a idéia deque para gerar o desenvolvimento de uma região, de nada adianta empregar uma grande quantidade de trabalhadores em uma única empresa. Afinal, os salários seriam gastos com produtos e serviços importados de outras regiões. Se, ao contrário, a mesma quantidade de pessoas fosse empregada em diversas indústrias diferentes, seria assim criado um mercado novo com expansão da renda e da produção regionale mundial.
O autor reconhece que “a principal força propulsora do investimento é a expectativa de lucro do empresário individual” (Rosenstein-Rodan, 1943, p. 270), porém, defende a coordenação estatal dos investimentos nacionais e estrangeiros. Para ele, se o processo de industrialização das áreas deprimidas tivesse de depender inteiramente do incentivo normal dos empresários privados, o...
tracking img