Desenvolvimento do trafico de escravos e a resistencia africana

1.1.1 – O aparecimento da história

Costuma-se dividir a história em períodos mais ou menos longos que permitem situar as actividades humanas no tempo.
A história humana está dividida em dois grandes períodos:
1-Pré-História
2-A história
1-A pré-história é o período que vai desde o aparecimento do homem sobre a terra até a invenção da escrita por ele próprio. Este período é muito longo,pois que começou há milhões de anos atrás, com veremos, e terminou entre 5 há 6 mi anos atrás. Quando o homem descobre um novo meio de comunicação e a escrita; dizem-se que entrou na história.
A história é o período que vai desde a invenção da escrita até a actualidade, isto é, até hoje. Este período divide-se em seguintes períodos:
a) A antiguidade: que começa com a invenção da escrita e terminacom a queda do império Romano ocidental (ponto do horizonte que fica para o lado onde o sol se põe) 476, ou séc V depois de Cristo.
b) A idade média: inicia em 476 e termina com a queda do império Romano oriental (parte do céu onde parece o sol nascer) 1453 no séc. XV. Este é quase esquecido apesar das suas realizações.
c) A idade moderna ou tempos modernos: este período aparece no séc. XV, foium período brilhante com a revolução Francesa em 1879 ou seja no séc.XIX.
d) A idade contemporânea: que começa a partir de 1789 até hoje.

Consolidação
• Identificar os dois grandes períodos da história da humanidade.
• Diferenciar a pré-história da história.
• Mencione os períodos da história.
a) Descreva cada uma delas.






1.1.4 – O século XX e as novas tendênciashistoriográficas

Como vês a história não é uma estória ou uma invenção da imaginação dos escritores, ela é pois a ciência que estuda o passado (no mais remoto ou no mais próximo), tudo o que tem interesse para conhecer a vida do homem ou processos utilizados pelos historiadores para atingir este objecto que é o estudo do homem no tempo, que tem variado consoante as épocas.
Até inicio do século XX, ahistória debruçava preferencialmente sobre os factos ou acontecimentos políticos, militares, religiosos (acção de rei, de ... da igreja, guerras, tratados sobre nações, etc). Os outros aspectos que fazem parte da vida do homem e particularmente das grandes massas populares eram pouco considerados ou mesmo ignorados. Mais a história de hoje procura centrar-se em todos os aspectos da actividade humana, comoa economia, a sociedade, a mentalidade, o clima, a morte, a família, etc.
As correntes da história (geral)
No século XIV, a história adquire um autêntico estatuto de ciência. Ao longo deste século podemos destacar tendências ou correntes historiográficas.
De uma forma geral, o processo de evolução historiográfico, divide-se em três fases distintas:
1ª Fase – pré-cientifica: que engloba ashistoriografias grega romana Cristã-medieval e o renascimento.
2ª Fase – transição: (em que se destacam a historiografia racionalista ou iluminista e a historiografia liberal e romântica);
3ª Fase – cientifica: a qual pertencem o positivismo, o historicismo e a história nova em pleno século XX

1.2– A historiografia africana
Conceito
O estudo da historiografia africana constitui o centro dasprincipais preocupações dos historiadores contemporâneo sobre a concepção de historiografia africana segundo Ki-Zerbo 1999. É uma ciência humana que procura um certo grau de certeza e de probabilidade para constituição e exploração do passado do homem africano.
A historiografia é o conjunto dos escritos estabelecidos acerca de um tema ou período histórico específico (pré colonial, colonial e póscolonial).


Entende – se que os africanos têm histórias e, para o historiador aprender essa história, deve perceber o mundo de concepção dessa história pelos africanos e estabelecer comparações, respeitando as realidades......
A historiografia africana tem passado por fortes transformações adaptandonas abordagens, respeitando as antigas e inadequadas explicações históricas....... o seu...
tracking img