Desenvolvimento de fornecedores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2777 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Política de relacionamento e desenvolvimento de fornecedores: estudo de caso em uma indústria automobilística
Ronaldo Ribas Telles de Menezes1 ronaldo_menezes@ufrrj.br Gustavo de Souza Lima1 gustlima@ufrrj.br Antônio Nunes Pereira1 anpence2004@yahoo.com.br

1 Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Departamento de Ciências Administrativas e Contábeis - Seropédica, RJ, BrasilRESUMO
O objetivo deste artigo é de apresentar a política de desenvolvimento e relacionamento entre o uma indústria automobilística localizada no Brasil e seus fornecedores mais próximos, demonstrando parte da estratégia utilizada por este grupo automobilístico para a produção de carros no país. Tratase de um estudo de caso cuja metodologia é consulta à Intranet corporativa e entrevistas comfuncionários e cujos resultados demonstram o sucesso da política adotada. Palavras-chave: Indústria Automobilística; Fornecedores; Política de Relacionamento.

1. INTRODUÇÃO A indústria automobilística passou por mudanças significativas nos seus processos produtivos durante o século XX, passando do modo artesão, com sua pequena produção sob encomenda, pela produção em massa (Taylorismo/Fordismo) echegando à industrialização automatizada com redução dos custos (Toyotismo). Essas mudanças produtivas também alteraram a formação do trabalhador, que no início tinha conhecimento amplo (qualificação), depois passou a exercer somente uma parte do processo (especialização), e por fim chegou à fase da multi-funcionalidade e a necessidade da interface com máquinas e equipamentos. Atualmente, face àconcorrência agressiva em que as grandes empresas estão inseridas, a otimização de processos de produção, a redução de quadro de funcionários, o aumento da produtividade e o desenvolvimento dos fornecedores são, apenas, alguns fatores fundamentais para a sobrevivência dessas organizações. A globalização provocou uma queda nas barreiras comerciais de diversos produtos importados, provocando umareatividade muito forte por parte das empresas no que tange o seu desenvolvimento, visto que a chegada de novos concorrentes passou a ser proeminente. Além do fator concorrência, o mercado passou a ter uma maior diversidade de produtos ofertados ao consumidor com preços extremamente atrativos. O risco, em alguns casos, era que a qualidade desses novos produtos, a preços mais em conta, era de qualidadeduvidosa. A abertura do mercado provocou nas empresas nacionais uma maior exposição frente à ameaça internacional. Concomitantemente a essa maior visibilidade, as empresas nacionais passaram a se preocupar cada vez mais na satisfação dos seus clientes e em aumentar a sua participação no mercado, tanto nacional quanto internacional. Num mercado extremamente competitivo, como o automobilístico, aqualidade na escolha dos fornecedores pode ser considerado como fator determinante no sucesso da

III SEGeT – Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia

2

empresa. Um fator crítico de sucesso que deve ser considerado, quando da escolha de um fornecedor, é a qualidade dos produtos utilizados por estes e a confiabilidade do processo. Sabendo-se que alguns fornecedores respondem por mais de20% das peças que compõem o produto final, caso a escolha seja feita de maneira leviana corre-se o risco de ter, no futuro, graves problemas decorrentes dessa escolha precipitada. Nesse contexto, o objetivo deste artigo é demonstrar que uma política de relacionamento baseado no desenvolvimento de fornecedores e na confiança mútua entre as empresas da cadeia produtiva pode ser considerada um fatorcrítico de sucesso no desenvolvimento de cliente e fornecedor no mercado. 2. REFERENCIAL TEÓRICO Ishikawa (1985) citado por Slongo (1992), formulou dez princípios do controle da qualidade que devem reger os relacionamentos entre fornecedores e clientes. Ele salienta que fornecedor e cliente devem, primeiramente, desenvolver confiança mútua, cooperação e uma determinação de mútua sobrevivência....
tracking img