Desegualdades sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6451 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONSIDERAÇÕES SOBRE AS FACES DAS DESIGUALDADES ENTRE OS SERES HUMANOS
Francisco Fernandes Ladeira
Especialista em: Brasil, Estado e Sociedade pela UFJF
Email: franciscoladeira@bol.com.br
Resumo: O presente trabalho apresenta breves considerações sobre as diversas faces das desigualdades entre os seres humanos. Para as concepções clássicas, as desigualdades sociais estão relacionadas,sobretudo, à distribuição irregular da renda e dos bens materiais. Em contrapartida, de acordo com as concepções contemporâneas, os estudos sobre as desigualdades devem ir além da distribuição de bens materiais e do fator renda. Dessa forma, as desigualdades também devem ser associadas a fatores extra-econômicos e às oportunidades de vida.   
Considerações Iniciais
Compreender as causas dasdesigualdades entre os seres humanos é um dos principais desafios dos cientistas sociais. Na Grécia Antiga, berço do pensamento ocidental, acreditava-se que as desigualdades entre os homens eram inatas. Desse modo, certos indivíduos eram naturalmente propensos a serem escravos, outros a serem senhores, alguns adaptados a trabalhos manuais e outros exclusivamente às atividades intelectuais.
Há [...] por obrada natureza e para a conservação das espécies, um ser que ordena e um ser que obedece. Porque aquele que possui inteligência capaz de previsão tem naturalmente autoridade e poder de chefe; o que nada mais possui além da força física para executar, deve, forçosamente, obedecer e servir [...] Os bárbaros a mulher e o escravo se confundem na mesma classe. Isso acontece pelo fato de não lhes ter dadoa natureza o instinto do mando [...] (ARISTÓTELES, p. 14).
Evidentemente, essa concepção equivocada não é mais admitida. Sabemos que as desigualdades não são naturais, mas socialmente construídas ao longo de um processo histórico marcado pelas diferenciações entre os seres humanos.                                                        Para a concepção clássica, representada principalmente pelospensamentos de Karl Marx e Max Weber, as desigualdades sociais estão relacionadas, essencialmente, à distribuição irregular da renda e dos bens materiais.Em contrapartida, para alguns intelectuais contemporâneos, os estudos sobre as desigualdades devem ir além da distribuição de bens materiais e do fator renda. Para estes autores, as desigualdades também devem ser associadas a fatoresextra-econômicos (raça, gênero, nacionalidade) e às oportunidades de vida.             Concepção Clássica
Um dos primeiros pensadores modernos a tratar exaustivamente o tema das desigualdades sociais foi Jean-Jaques Rousseau.
Concebo na espécie humana duas espécies de desigualdade. Uma, que chamo de natural ou física, por que é estabelecida pela natureza e que consiste na diferença das idades, da saúde, dasforças do corpo e das qualidades do espírito ou da alma. A outra, que pode ser chamada de desigualdade moral ou política porque depende de uma espécie de convenção e que é estabelecida ou pelo menos autorizada pelo consentimento dos homens. Esta consiste nos diferentes privilégios de que gozam alguns em prejuízo dos outros, como ser mais ricos, mais honrados, mais poderosos do que os outros oumesmo fazer-se obedecer por eles (ROUSSEAU, p. 27). Sendo assim, segundo Rousseau, o chamado mundo civilizado, através dos séculos, fomentou profundas diferenças entre os homens, sendo que as desigualdades sociais surgem com o aparecimento da propriedade privada.
O primeiro homem que cercou um pedaço de terra, que veio com a ideia de dizer “isto é meu” e encontrou gente simples o bastante paraacreditar nele, foi o verdadeiro fundador da sociedade civil.  Quantos crimes, guerras e assassinatos derivam desse ato! De quanta miséria e horror a raça humana poderia ter sido poupada se alguém simplesmente tivesse arrancado as estacas, enchido os buracos e gritado para seus companheiros: “Não dêem ouvidos a este impostor. Estarão perdidos se esquecerem que os frutos da terra pertencem a todos, e...
tracking img