Descrição e analise de cargos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 57 (14226 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice

Introdução 2

Depressão Pós-parto 3

Sinais e Sintomas da Depressão Pós-parto 5

Intervenção na depressão pós-parto 7

Componentes imprescindíveis ao estabelecimento de programas de intervenção 9

Áreas privilegiadas da intervenção 10

Tratamento 16

Consequências da falta de tratamento 16

Relação mãe-bebé em casos de depressão Pós-parto 17

Mulheres que sofreramdepressão pós-parto têm crianças mais violentas 20

Testemunho real de uma parturiente que sofreu de Depressão pós-parto 20

Entrevista 26

Conclusão/ reflexão crítica 35

Bibliografia 37

Introdução

A elaboração deste trabalho no âmbito da disciplina de Psicologia da Gravidez e da Parentalidade, tem como fim dar a conhecer alguns aspectos importantes no que toca ao transtornodepressivo, sofrido por mulheres após o puerpério, aspectos esses, que incidem nos sintomas, intervenção, tratamento, consequências da ausência deste e na díade mãe-bebé. De um modo mais detalhado, este trabalho enfoca a depressão pós-parto, que revela distúrbios de humor de grau moderado a severo, de carácter multifactorial e que é clinicamente identificado, como um episódio depressivo, com estreianas seis semanas após o parto. (Silva, Souza, Moreira, 2003) Esta patologia ocorre entre 15 a 20% das parturientes, mas é do conhecimento comum, que a grande maioria destas mães que sofreram ou sofrem deste síndrome, não procuram ajuda, junto dos profissionais para este problema afectivo ou elege a totalidades dos cuidados médicos para o bebé e não para si (Figueiredo, 2001).
Trata-se de umepisódio depressivo major, que advém da estreita analogia com o parto e tem início nos dois ou três meses após o nascimento do bebé. Esta etapa caracteriza-se por um agregado de problemáticas relativas ao desempenho materno á presença do bebé e por um conjunto de sintomas que ganham extrema relevância na depressão pós-parto, comparativamente á depressão em geral (Figueiredo, 2001). Os sintomas em causasão respectivamente, fadiga e perda de apetite, níveis elevados de ansiedade e preocupação, extrema culpabilidade, insónias e sonolência e uma perda significativa da auto-estima (Figueiredo, 2001). No que respeita á intervenção psicológica no âmbito das mulheres que incrementam este tipo de patologia, deverá reflectir-se em diversos contextos, a nível bio-psico-social, de acordo com as mais sortidascarências das puérperas, tendo em vista, a restrição da necessidade de internamento (Figueiredo, 2001). Para tratar este tipo de crises, é necessário ter em consideração alguns tipos de cuidados, nomeadamente, cuidados ginecológicos, psiquiátricos e psicológicos. O recurso aos anti-depressivos pode ser relevante em situações que possam pôr em risco o bem-estar da progenitora. Como foi referidoanteriormente, muitas das mulheres que sofrem desta patologia, nem sempre recorrem a cuidados médicos para conseguirem superar o problema, daí ocorrerem graves consequências por falta de tratamento, consequências essas, que dizem respeito ao suicídio e/ou infanticídio, vómitos, depressão e divórcio (precoces) e maus-tratos infantis, distúrbio no comportamento e atraso na aquisição da linguagem(tardias) (Silva, Souza, Moreira, 2003).
Por conclusão, para que o bebé apresente um bom desenvolvimento físico e psíquico, é fundamental que este, estabeleça um vínculo afectivo com a mãe, pois uma relação vivaz, íntima, repleta de carinhos e ternura é essencial para uma vida saudável. Por outro lado, quando a criança é impossibilitada de estabelecer estes laços afectivos, sofre de privação, uma vezque a mãe, não está apta a oferecer todos os cuidados necessários ao bom crescimento do filho, como acontece em casos em que a mãe apresenta índices de depressão pós-parto (Silva, Souza, Moreira, 2003).

Depressão Pós-parto

A depressão pós-parto é uma patologia que resulta de uma combinação de factores biopsicossociais que são de difícil controlo e que actuam de forma indomável no...
tracking img