Descarte do lixo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1385 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1. JUSTIFICATIVA.
A maioria da população, não sabe qual o destino do lixo da sua residência depois que, os caminhões de coleta passam pelas ruas e recolhe. Algumas pessoas acham que o lixo não serve para nada, outras até sabem, mas na maioria das vezes não sabem a quem procurar, então a partir deste projeto faremos com que haja uma conscientização e absorção do assunto em questão.
O lixo deveser descartado em aterros sanitários onde há catadores que separam o lixo para a reciclagem. Facilitando o trabalho dos catadores. O lixo deve ser separado em primeiro lugar pela população, pois existem lixeiros apropriados para cada tipo de lixo, como o plástico que tem um lixeiro apenas para ele, o mesmo acontece com o vidro, papel, metal e o orgânico.
O principal objetivo desse trabalho éesclarecer a importância do lixo e de sua reciclagem no meio em que vivemos, pois, o motivo de enchentes, inundações, poluições de rios, lagos, mares, e outros são causados pelo descarte impróprio do lixo, seja por falta de informações ou até mesmo pela falta de amor com o nosso planeta.

2. PROBLEMÁTICA:

A cada dia que passa o planeta terra fica mais quente e as catástrofes mais freqüentes,tudo isso devido à poluição. Se tratando do lixo no meio em que vivemos quais as consequências do descarte do lixo?

3. OBJETIVO GERAL:

Mostrar com facilidade, os lugares adequados que devemos descartar o nosso lixo.

3.1 OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

• Saber o lugar correto e adequado do lixo.

• Fazer a reciclagem do lixo.

• Demonstrar a importância da reciclagem.

4. METODOLOGIA:

Estetrabalho tem como fator principal mostrar a sociedade, que embora a química estudada nas escolas não sirva só para aprender, calcular e experimentar conceitos prontos, ela também, tem como finalidade aperfeiçoar seus conceitos e suas metodologias ao meio em que vivemos e proporcionar soluções para seus malefícios existentes.

5. INTRODUÇÃO:
Muito se tem discutido sobre as melhores formas detratar e eliminar o lixo - industrial, comercial, doméstico, hospitalar, nuclear etc. Gerado pelo estilo de vida da sociedade contemporânea. Todos concordam, no entanto, que o lixo é o espelho fiel da sociedade, sempre tão mais geradora de lixo quanto mais rica e consumista. Qualquer tentativa de reduzir a quantidade de lixo ou alterar sua composição pressupõe mudanças no comportamento social.
Aconcentração demográfica nas grandes cidades e o grande aumento do consumo de bens gera uma enorme quantidade de resíduos de todo tipo, procedentes tanto das residências como das atividades públicas e dos processos industriais. Todos esses materiais recebem a denominação de lixo, e sua eliminação e possíveis reaproveitamentos são um desafio ainda a ser vencido pelas sociedades modernas.
De acordocom sua origem, há quatro tipos de lixo: residencial, comercial, público e de fontes especiais. Entre os últimos se incluem, por exemplo, o lixo industrial, o hospitalar e o radioativo, que exigem cuidados especiais em seu acondicionamento, manipulação e disposição final. Juntos, os tipos domésticos e comerciais constituem o chamado lixo domiciliar que, com o lixo público resíduos da limpeza deruas e praças, entulho de obras etc. Representam a maior parte dos resíduos sólidos produzidos nas cidades.

6. DESENVOLVIMENTO:
Nos dias de hoje, todos nós contribuímos para a poluição, seja de forma direta ou indireta, especificando essas duas formas podemos analisar que a poluição direta é aquela que jogamos no chão, um papel, um chiclete, uma garrafa, um cigarro, e até em floresta ou emáreas abertas e as formas indiretas é aquela que vemos outras pessoas poluindo e não fazemos nada para impedir.
Nosso planeta está gritando por socorro, pois o homem está destruindo de forma brusca o nosso meio, entretanto as Fundações de preservação ambiental estão tentando alertar a população, que o meio ambiente é tão importante para nossa sobrevivência quanto o ar que respiramos. Muitas vezes...
tracking img