Descarte de oleo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4415 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO

Usado frequentemente em frituras, sendo bastante útil para o preparo de alimentos, o óleo (seja ele de canola, de soja, ou de girassol) possui seus pontos positivos, porém, apresenta também alguns pontos negativos.
Neste trabalho o foco estará na questão ambiental, no problema que esta substância causa se descartada incorretamente.
Se jogado nos ralos, além de poluir a água,pode provocar o entupimento das tubulações nas redes de esgoto, aumentando em até 45% os custos de tratamento.
Segundo dados da Secretaria de Estado e Meio ambiente: “Cada litro de óleo derramado degrada um milhão de litros de água”.
São produzidos 4,8 bilhões de litros de óleo por ano no Brasil para mercado nacional, e, cerca de 2,4 bilhões se destinam para fins comestíveis (AssociaçãoBrasileira das Indústrias de Óleo Vegetal - ABIOVE). E, segundo o Pensamento Nacional de Bases Empresariais (PNBE), apenas 2,5 a 3,5% do óleo vegetal comestível descartado é reciclado.
Segundo o Centro de Saúde Ambiental da Prefeitura Municipal de Curitiba, estima-se que somente nos restaurantes industriais da cidade e região metropolitana, são mensalmente geradas cerca de 100 toneladas de óleos defritura, cujos destinos incluem a produção de sabão, de massa de vidraceiro e de ração animal, mas que também têm parte de seu volume descartado diretamente no esgoto doméstico.
A população brasileira consome, em média, 3 bilhões de litros de óleo de cozinha por ano (REUSO..., 2008), ou seja, em média cada família produz o equivalente a 1,5 litros de óleo usado/mês. Sabe-se que um litro de óleo podecontaminar 1 milhão de litros de água, quantidade esta suficiente para o consumo de uma pessoa durante 14 anos. Uma vez presente no meio ambiente de forma inadequada, o óleo, de menor densidade que a água, permanece na superfície, criando uma barreira que dificulta a entrada de luz e a oxigenação, comprometendo assim a base da cadeia alimentar aquática. Além da contaminação das águas, o óleo queatinge o leito de rios o impermeabiliza, favorecendo enchentes (FELIZARDO, 2003).
Os componentes do óleo durante a decomposição diminuem o oxigênio dissolvido na água e liberam gás metano, que causa mau cheiro e contribui para o agravamento do efeito estufa. Quando direcionado ao lixão provoca os mesmos danos, pois entra em contato com o solo e, frequentemente, alcança um curso d’água.
A LeiAmbiental Federal Nº 9.605, que foi aprovada em 30 de março de 1998, afirma que descartar óleo ou outros resíduos poluentes no meio ambiente (lagos, rios, mares e solo) é considerado crime ambiental, desde que resultem em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora, pena: reclusão, de um a quatro anos, e multa.
A Resolução do CONAMA Nº 357 de 17de março de 2005 estabelece padrões de lançamento de efluentes, determinando um limite permitido de 50 mg/l de óleo no sistema hídrico.
Apesar de existirem leis e incentivos, muitas pessoas ainda desconhecem a forma correta de fazer o descarte do óleo, descartando-o incorretamente, provocando, então, os danos citados anteriormente.
Entretanto, podemos observar um crescente aumento da importânciada preservação ambiental a cada dia que passa; uma maior fonte de informações, e organizações/projetos que visam à conscientização da população, oferecendo alternativas para o descarte de óleo.
Navarro estava certo ao afirmar “Consumir e descartar são duas atividades tão intimamente ligadas que poderiam se constituir em apenas um termo. Desde sempre o homem, e de resto qualquer ser vivo, jogafora tudo aquilo que não serve mais após ser consumido (NAVARRO, 2001, p.127)”, porém no caso do óleo, o problema em si não é somente descartá-lo (pois ora ou outra se tornará inutilizável para consumo próprio), o problema está mesmo em descartá-lo de forma incorreta.
Pensando nisso, surgiram várias organizações/projetos visando à preservação do meio ambiente, fazendo a coleta do óleo, para...
tracking img