Desafio em teoria da contabilidade atps 1°etapa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1251 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE ANHANGUERA DE JOINVILLE - UNIDADE 1

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO











ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

DESAFIO EM TEORIA DA CONTABILIDADE









NOMES:















PROFª.







JOINVILLE

14 DE SETEMBRO DE 2011

Evolução da Contabilidade


Pelo fato do homem não saber escrever há mais de 20.000 anos atrás, elecriou uma das formas mais primitivas de inscrição, que foi a artística, para registrar seus feitos durante o dia. O homem caçava algum animal ou apanhava algum fruto e posteriormente registrava em pinturas gravadas nas paredes esses fatos, onde se conclui que nascia daí a necessidade de controle da entidade.
O homem, trabalhando anos após ano, não tinha controle se sua riqueza aumentava oudiminuía não se tinha a que comparar, pois contas também não existiam.
Mas mesmo sem a escrita a Contabilidade já era utilizada pelo homem como instrumento de controle do crescimento patrimonial.
A utilização de pedras e fichas de barro de vários formatos representava controle e uma forma de registro contábil. No caso das pedras que eram colocadas em recipientes que caracterizavamnascimento de animais ou transferências para pagamentos de dividas ou outras razões. As fichas de barro representavam mercadorias utilizadas em transações comerciais, que podiam ser animais ou mesmo produtos agrícolas, cuja movimentação chamamos hoje de entrada e saída de ativos, débitos e créditos.
Contabilidade possui algo em comum com a arte, a Escrita e a Matemática, pois são ciências quesurgiram ao se usar uma a outra, como base para registros dos fatos que ocorriam no dia-a-dia das pessoas.
Esses fatos evidenciam uma pequena parcela do que, com o passar dos anos, o homem descobriria sozinho, como registrar seus bens usando até então a desconhecida Contabilidade.
Antigamente todos os registros eram feitos usando-se peças de argila com relação a cada fato, quandosurgiu a expressão “meu” e “seu”, de Débito e Crédito, sendo “Débito” (o que alguém tem que me pagar) e “Crédito” (o que eu devo pagar a alguém).
Com o advento do Papiro no Egito, a Contabilidade só teve a ganhar, pois ela pode ter seus registros mais sofisticados passados em Livros Contábeis. A invenção da escrita impulsionou mais a evolução, segundo estudiosos da questão, foi a escritaContábil que deu origem à escrita comum e não o inverso.
De acordo com Sá (1997), “Amplo era o uso dos livros na antiguidade clássica, porque ampla era a análise dos fatos, os romanos chegavam a ter um livro de escrituração de fatos patrimoniais para cada atividade que era desenvolvida” (livro de fabricação do azeite, livro da fabricação do vinho, livro dos bens patrimoniais, livros dasdespesas e receitas, e outros).
O registro de um fato em sua causa e efeito fez surgir o que se chama de Partidas Dobradas, sendo que todo Débito equivale a um Crédito e vice-versa.
Existem várias especulações sobre o surgimento das Partidas Dobradas, mas o seu criador real é desconhecido. Muitos acontecimentos ocasionaram o surgimento das partidas dobradas, onde se destaca ocrescimento do Capitalismo, aplicação dos números arábicos à escrituração e maior necessidade de separar as contas de lucros e outros.
Em novembro de 1494, o franciscano italiano Frei Luca Pacioli, publicou a primeira literatura contábil, consolidando o método das Partidas Dobradas, com expressões de causa e efeito do fenômeno patrimonial com os termos de Débito e Crédito. Ou seja, o conceitodas partidas dobradas, nada mais é do que se reconhecer os dois lados de casa transação. Isto poderia ser feito em uma única coluna, destacando-se o lado positivo e negativo, ou também, em duas colunas destacando o debito e credito.
Vale lembrar que nessa época vários eram as informações publicadas sobre a contabilidade, mas nenhum foi tão completo quanto ao do frei, sendo que o mesmo...
tracking img