Desafio de aprendizagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1477 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Desafio de Aprendizagem
“TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO Disciplina Tecnologias da Informação e da Comunicação
Profª EAD Maria Clotilde Pires Bastos
Desafio deAprendizagem



Santo André
2011

1. INTRODUÇÃO-


No Desafio de Aprendizagem da disciplina Tecnologias da Informação e da Comunicação analisaremos a abordagem realizada por dois meios de comunicação sobre o tema “Violência”.
A escolha do tema é devido aos altos graus de violência, nos lares, o que aumenta os índices de violência doméstica.
Os meios de comunicação contribuem para que asociedade esteja alienada ou informada sobre os acontecimentos, sejam em relação às conquistas alcançadas ou em relação às injustiças que são fortalecidas pela impunidade.
Diante do exposto, a sociedade se protege como pode, tendo em vista à deficiência da segurança pública e órgãos ligados a defesa de direitos, como conselhos e instituições que orientam as vítimas a buscarem ajuda, porém, nemsempre a rede de serviços da Assistência Social e da Saúde, dependendo do caso, garantem o atendimento integral às vítimas, o que poderia ser melhor divulgado pela mídia e, com maior articulação, o referido atendimento poderia melhorar, consideravelmente.
Portanto, vamos de forma sucinta verificar a vertente de dois meios de comunicação para verificarmos quais as vantagens ou desvantagens têmoferecido à sociedade.

2. Análise dos meios de Comunicação

Realizamos uma pesquisa e escolhemos dois meios de comunicação: o jornal e uma emissora de televisão:
a) Jornal “ O Estado de São Paulo” e o “Diário Popular”;
b) Emissora de televisão – TV Record Rio Preto S/A.

Verificamos que os jornais escolhidos, na matéria emfoco, apresentam a vertente ideológica crítica, contextualizada, mostrando que a desigualdade de direitos entre homens e mulheres é que gera a violência contra a mulher.
A emissora de televisão escolhida apresenta o sensacionalismo, pincelado, timidamente, por dados estatísticos e investe na imagem de mulheres espancadas, e no caso, novamente expostas para toda a sociedade, emcondições lamentáveis. O que demonstra o lado conservador dessa emissora, que está a serviço da manutenção da desigualdade social, por não aprofundar o tema, não permitindo maior reflexão sobre o ocorrido.

3. Análise da opinião dos meios de comunicação sobre a Violência contra a Mulher

O Jornal o Estado de São Paulo cita questões políticas nacionais e internacionais, fala do
racismo,misoginia, sensacionalismo, elitismo e populismo, impregnados na defesa dos agressores que banalizam a violência contra a mulher, que se configura em crime, porém, os agressores, quando bem defendidos saem ilesos, transformando-se em exemplos da impunidade.

O Jornal Diário de São Paulo aborda no artigo escolhido, a injusta, desigualdade da condição feminina, apresentando todos os setoresda sociedade que praticam a violência contra a mulher, porém contextualiza com argumentos históricos, políticos, sociais, econômicos e culturais o que dá maior abrangência à informação, que favorece a aquisição de conhecimento por parte do leitor que instigado pela informação pode buscar outras fontes para contribuir na compreensão do fato apresentado em forma de notícia.

A Emissora TV RecordRio Preto, na matéria escolhida, apresenta dados que envolvem a violência contra a mulher, apresenta dados estatísticos, falam da iniciativa das mulheres em denunciarem seus agressores, citam a criação da lei Maria da Penha, porém, não aprofundam a reflexão, ou seja, as questões políticas, sociais, econômicas, culturais não são questionadas, o que transforma o fato em algo fragmentado,...
tracking img