Desafio de aprendizagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1678 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
Universidade Anhanguera – Uniderp
Centro de Educação a Distância



Curso Superior Tecnologia em Gestão Pública



Atividade Avaliativa Desafio De Aprendizagem

Disciplina: Políticas públicas

Profa. Ma. Suzanir Fernanda Maia






Nome: Wildimas Mauro da Silva
RA: 265311Maceió/AL
2011

Nome: Wildimas Mauro da Silva
RA: 265311
Tutor Presencial: Celina Araujo da Silva





Atividade Avaliativa Desafio de Aprendizagem

Disciplina: Políticas Públicas

Profa. Ma. Suzanir Fernanda MaiaAtividade Avaliativa: Desafio de Aprendizagem apresentado ao Curso Superior de Tecnologia em Gestão Pública da Universidade Anhanguera Uniderp, como requisito para a avaliação da Disciplina Políticas publicas para a obtenção e atribuição de nota da Atividade Avaliativa.














Maceió/AL
2011






OTERCEIRO SETOR DA ECONOMIA

O terceiro setor é composto por organizações não-governamentais e não-econômicas, sem fins lucrativos. No Brasil, começou a existir para complementar o que o estado não faz, viabiliza-se através de recursos da sociedade civil e do segundo setor (empresas), as ações das ong´s resultam em benefício público.
No Brasil, o terceiro setor se expandiu e se consolidaram mais apartir dos fins dos anos 80, com a explosão da violência urbana no país, piora nos dados sociais, crise econômica, corrupção política e profunda queda na qualidade dos serviços públicos em destaque nos setores educacionais e de saúde.
Seja em parceria com empresas ou arrecadando verbas junto à sociedade civil, as ong´s e a população começou a se conscientizar do valor de seus impostos, do processode irresponsabilidades governamentais desencadeadas desde a ditadura, e de que a população deveria ser mais atuante para enfrentar e superar as disparidades e abandonos sociais.
Neste período surgiram movimentos e projetos que logo se tornaram em ong´s e implemento das mesmas, como por exemplo o “Viva-Rio” e o “AfroReggae de José Jr., que visam planejar e focar projetos a favor do equilíbriosocial, educação e ocupação, análises sociais realistas e uma consciência mais clara das realidades brasileiras.
Nestes projetos o planejamento participativo proporciona o diálogo e o entendimento entre as partes sociais envolvidas. O direito a fala faz o indivíduo se sentir participativo, seja o planejador, o executor e o beneficiado do projeto.
As organizações sem fins lucrativos podem variarfreqüentemente entre si, em razão de seus objetivos, suas origens históricas e geográficas e suas formas de financiamento. Há um consenso comum de que todas terão que gerir adequadamente seus recursos para conseguir alcançar os objetivos para as quais foram criadas.
A proposta das ONGs, é evidentemente se dedicar a "fazer o bem", mas descobriram que as boas intenções não podem substituir a gestão e aliderança, a responsabilidade, o desempenho e principalmente os resultados, que medirão o seu tempo de vida no mercado.

ONG´S VIVA RIO
O Viva Rio é uma organização comprometida com a pesquisa, o trabalho de campo e a formulação de políticas públicas com o objetivo de promover a cultura de paz e a inclusão social.
 
A instituição foi fundada em dezembro de 1993, por representantes de váriossetores da sociedade civil, como resposta à crescente violência que assolava o Rio de Janeiro.
 
Nesse período, o Viva Rio desenvolveu e consolidou atividades e projetos que se tornaram políticas públicas reproduzidas pelo Estado, empresas, mercado e outras organizações.
 
Missão, Missão, Competências e Valores
 
Missão
Promover a cultura de paz e viabilizar a inclusão social
 
Visão...
tracking img