Dermatose

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1799 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DERMATOSE OCUPACIONAL

As dermatoses ocupacionais têm contribuído de modo importante, como causa de danos os mais variados à integridade física do trabalhador. Apesar de elas não produzirem alterações graves à saúde, acabam, todavia determinando agravos os mais variados à mucosa, à pele e seus anexos.

Desconforto, prurido variável, ferimentos diversos, traumas, hiperceratoses, dermatitesirritativas e alérgicas, discromias, erupções acneiformes, ulcerações, tumores, cicatrizes, sequelas diversas, algumas até com comprometimento psicossomático, representam o trágico saldo decorrente das más condições de Higiene e Segurança do Trabalho em nosso país. Em alguns casos, envolvendo pessoas alérgicas, torna-se necessário o afastamento definitivo do ambiente de trabalho, ocasionandoprejuízos tanto ao empregador quanto ao empregado.

As dermatoses ocupacionais constituem, em nosso meio, uma parcela ponderável dos Acidentes Profissionais. Torna-se, mesmo, assunto de avaliação difícil e complexa. Grandes números dessas dermatoses não chegam às estatísticas e sequer são atendidas no próprio ambulatório da empresa. Apenas uma pequena parcela dessas dermatoses chega até aos ServiçosEspecializados.

Atentando para esta situação, de fato, torna-se extraordinariamente difícil avaliar, em toda sua extensão, o número global de trabalhadores afetados. Tendo em vista este aspecto complexo de avaliação, quanto ao número real das dermatoses de causa profissional, podemos, mesmo assim, tomando dados estatísticos dos países industrializados, afirmar ser esta a causa mais comum deacidente profissional.

Algumas delas, nas quais ocorre a sensibilização alérgica, podem ocasionar a incapacidade permanente para a profissão. Como exemplo, citamos a profissão de pedreiro, que atinge um nível salarial três a quatro vezes maior que o salário mínimo vigente. Se, por infelicidade, esse profissional é fortemente sensibilizado ao cimento, torna-se praticamente impossível seu retorno aotrabalho com o cimento. Novos contatos com esta matéria-prima produzem sérias recidivas da dermatose. A mudança de profissão às vezes resulta em grande alteração no nível salarial. A maior parte desses profissionais são semi-alfabetizados ou mesmo analfabetos. O mercado de trabalho profissional não-qualificado atinge a faixa do salário-mínimo. A mudança de atividade, nestes casos, resulta desastrosa,pois diminui o ganho mensal desse trabalhador, afetando o status conseguido como pedreiro. Este é apenas um aspecto abordado.

|Devemos buscar proteger o trabalhador alérgico, orientando-o quanto à escolha de atividade factível com sua situação imunológica. Muitos dos profissionais |
|alérgicos mudam efetivamente de profissão. O retorno ao trabalho na mesma função e em contato com a substânciasensibilizante condiciona o reaparecimento |
|da dermatose. |


Perda de tempo e prejuízo para a empresa e para o país. Para a empresa, porque pagará os primeiros 15 dias de afastamento do trabalhador. Para o país, porque deverá arcar com as despesasdecorrentes do tratamento e da reabilitação desse operário. Se as empresas, de um modo geral, pudessem atender à solicitação do especialista, transferindo-o para trabalho compatível, poderíamos evitar um o pedreiro sensibilizado ao cimento: seria possível mantê-lo a serviço da empresa em tarefa compatível. O mesmo pedreiro sensibilizado ao EPI (Equipamento de Proteção Individual) de borracha poderiausar luvas de tecido ou de raspa (couro), ou mesmo, em alguns casos, luvas de PVC. Uma informação que muito poderia contribuir para ajudar o operário sensibilizado à borracha seria a indústria de EPI de borracha fazer constar na embalagem quais os aceleradores e anti-oxidantes utilizados em sua fabricação.

Nas pequenas indústrias de cromação e de niquelação, encontramos grande número de...
tracking img