Derivados do petroleo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4332 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Instituto de Química
Departamento de Química Inorgânica

Monografia

Craqueamento a Vapor

Discentes: Jovana Marli Cogo
Karine Oliveira Moura.

RA: 115327
115347

Docente: Prof. Dra. Heloise de Oliveira Pastore.

Disciplina: Processos Catalíticos em Petroquímica (QP-648)

Campinas, 30 de Janeiro 2012.
Lista de FigurasFigura 1 – Diagrama da produção de etileno a partir de etano......................................4
Figura 2 – Seção de separação no craqueamento com vapor da nafta.......................4
Figura 3 – Perfil de rendimento do Craqueamento a vapor a partir de diferentes cargas..................................................................................................... 8
Figura 4 –Planta típica de craqueamento a vapor.......................................................10

Sumário
1. Introdução 2
2. Óxido de etileno 2
2.a Derivados do óxido de etileno 4
2.a.1 Etilenoglicol 4
2.a.1.1 Acetoxilação Oxirano 5
2.a.1.2 Oxicloração Teiji 5
2.a.1.2 Etoxilatos 6
2.a.1.3 Etanolaminas 6
2.a.1.4 1,3 propanodiol 7
3. Acetaldeído 8
4. Carbonilação Oxidativa deetilenos 9
5. Cloração de Etileno 9
5.a Cloreto de Vinil 10
5.b Percloro e tricloroetileno 11
5.b.1 Utilizações do TCE : 12
6. Hidratação de etileno 12
6.a Usos do etanol 13
7. Oligomerização de Etileno 13
7.a Produção de α-olefinas 14
7.b Alcoois Lineares 14
7.c 1-Buteno 15
8. Alquilação de Etileno 16
9. Conclusão 16
10. Bibliografia 16

1. IntroduçãoOlefinas de baixo peso molecular são produzidas industrialmente pelo craqueamento a vapor de hidrocarbonetos [1]. São caracterizadas pela sua alta reatividade quando comparadas com os hidrocarbonetos parafínicos e podem reagir com reagentes baratos para produzir materiais para formar produtos químicos valiosos. O etileno é a olefina mais importante na indústria petroquímica, uma vez que é o material deorigem para uma variedade de produtos, tais como resina de polietileno, etilenoglicol, resina de cloreto de vinila, ácido acético, estireno e alfa-olefina, que são produzidos por polimerização, oxidação, alquilação, hidratação, ou a adição de halogênio [2].
Etileno, que tem uma ligação dupla carbono-carbono, é o primeiro membro dos alquenos e corresponde a um gás incolor com um odor doce,ligeiramente solúvel em água e álcool e reage facilmente pela adição de muitos reagentes químicos, além de produzir pequena quantidade de subprodutos quando o mesmo reage com outros compostos [2].

2. Óxido de etileno

O óxido de etileno, o epóxido mais simples, é um intermediário da preparação de uma grande variedade de produtos, tais como etilenoglicóis, etanolaminas, éteres etílicos esurfactantes não iônicos, além de polietilenoglicol, que é utilizado como agente anticongelante em automóveis e na síntese de polímeros de poliéster. A sua demanda mundial anual de 14 milhões de t vem crescendo em torno de 3%, o que faz com que esse composto químico tenha uma importância econômica relevante para um país [3]. Mais de 4 milhões de toneladas de óxido de etileno são produzidos a cada anonos Estados Unidos pela oxidação do ar do etileno sobre o catalisador de óxido de prata a 300 °C, reação (1) [4]. A reação é exotérmica e o calor da reação deve ser controlado. O excessivo aumento da temperatura reduz a produção de óxido de etileno e causa deterioração do catalisador [2].
(1)
Nesse processo, Figura 1, o oxigênio, o etileno e o gásreciclado comprimidos são alimentos para um reator tubular. A temperatura do processo é controlada por água em ebulição que fica numa bomba do lado do reator. Os gases do efluente são resfriados e levados ao purificador, onde o óxido de etileno é absorvido como uma solução diluída. Os gases que não reagem são reciclados e reutilizados. A reação ocorre em aproximadamente 200-300 °C com o tempo de...
tracking img