Dependencia quimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 36 (8979 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 10 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA SUPERIOR DE CRICIÚMA – ESUCRI

ALEXSANDRO FERREIRA CAITANO

A EVOLUÇÃO DO CRACK NA REGIÃO DE ARARANGUÁ NA ÚLTIMA DÉCADA

Relatório final de pesquisa, desenvolvido através da Bolsa de Pesquisa do Art. 170 Trabalho orientado pelo(a) professor(a): Sandra R. de Barros de Souza.

Criciúma - SC, dezembro de 2010.
RESUMO

A pesquisa teve como objetivo principal a realização de umlevantamento do número de internações por uso abusivo de crack na região de Araranguá nos últimos dez anos. Teve como objetivos específicos delinear a trajetória crescente do uso abusivo da substância na região de Araranguá, subsidiar um diagnóstico do uso crack que abrange a região da cidade de Araranguá, colaborar a partir dos dados com estruturação de uma estratégia de intervenção com foco nosusuários locais, possibilitar as futuras intervenções aos acadêmicos do curso de Psicologia da Esucri, uma vez que seu currículo está estruturado nas necessidades da região. Este trabalho constituiu-se de uma pesquisa de campo investigatória de caráter quantitativo. Os dados de internação foram levantados em três residências terapêuticas e ainda os dados de atendimento foram consultados no CAPS (Centrode Atenção Psicossocial) local. Os dados foram pesquisados a partir da análise e quantificação de prontuários e registros afins, permitindo a quantificação e apresentação em gráficos e tabelas. Com os resultados pôde-se constatar a crescente procura por crack pelos dependentes químicos da região nos anos contemplados pela pesquisa.

Palavras-Chave: Crack. Internação. Dependência Química.Percentual.


LISTA DE ILUSTRAÇÕES

Figura 01 – Gráfico do número de internações por crack na Fazenda São Jorge de Araranguá ..................................................................................................................27
Figura 02 – Gráfico do número de acolhimentos por crack no Projeto Casa da Esperança.................................................................................................................28
Figura 03 – Gráfico do número de acolhimentos por crack na Fazenda Resgatando Vidas .........................................................................................................................29


LISTA DE TABELAS

Tabela 01 – Comparação entre os levantamentos de 2001 e 2005 quanto ao uso de drogas na vida, na região sul do país........................................................................08
Tabela 02 – Dados anuais Fazenda São Jorge ........................................................28
Tabela 03 – Dados anuais Projeto Casa da Esperança ............................................28
Tabela 04 – Dados anuais Fazenda Resgatando Vidas ...........................................29


SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 61.1 TEMA 6
1.2 OBJETIVOS DA PESQUISA 6
1.3 JUSTIFICATIVA 7
2 REFERENCIAL TEÓRICO 10
2.1 DE ONDE VEM O CRACK 11
2.2 AOS OLHOS DO ADICTO 11
2.3 OS NÚMEROS DO CRACK 12
2.4 O MARKETING, A FABRICAÇÃO E A EMBALAGEM 13
2.5 NO RIO “NÃO PEGA” 14
2.6 REAÇÕES FISIOLÓGICAS 16
2.6 QUANTO ÀS INTERNAÇÕES E TRATAMENTO 18
3 CARACTERIZAÇÃO DO LOCAL 21
3.1 COMUNIDADE TERAPÊUTICA FAZENDA SÃO JORGE 213.2 RESIDÊNCIA TERAPÊUTICA CASA DA ESPERANÇA (RTCE) 22
3.3 CENTRO DE TRATAMENTO RESGATANDO VIDAS 23
4 METODOLOGIA 24
4.1 NATUREZA E TIPO DE ABORDAGEM 24
4.2 POPULAÇÃO 24
4.3 PROCEDIMENTOS DA COLETA DE DADOS 25
4.4 ASPÉCTOS ÉTICOS 25
5 APRESENTAÇÃO E ANÁLISE DOS RESULTADOS 27
6 CONSIDERAÇÕES FINAIS 31
REFERÊNCIAS 32
ANEXOS 33
APÊNDICES 34


1 INTRODUÇÃO

Segundo Laranjeira eNicastri (1996 apud Saturno, 2010, p. 11),

Desde tempos remotos até os tempos atuais, o uso crescente de substâncias psicoativas provocou diferentes impactos, passando lentamente de um uso ritualístico, com finalidade de transcendência na Antiguidade, para o consumo contemporâneo de busca de prazer ou alívio imediato. Hoje as drogas estão divididas em dois grandes grupos: o grupo das drogas lícitas...
tracking img