Depe

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 37 (9163 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL
ESCOLA DE ENFERMAGEM

ALDO BECK JÚNIOR

DEPENDÊNCIA DO CRACK: REPERCUSSÕES PARA O USUÁRIO E SUA
FAMÍLIA

PORTO ALEGRE
2010

2

ALDO BECK JÚNIOR

DEPENDÊNCIA DO CRACK: REPERCUSSÕES PARA O USUÁRIO E SUA
FAMÍLIA

Trabalho realizado como pré-requisito para a
obtenção do diploma de graduação referente ao
curso de Enfermagem da UFRGS.Orientador: Prof. Dr. Jacó Fernando Schneider

PORTO ALEGRE
2010

3

RESUMO

O objetivo deste trabalho é analisar a bibliografia existente sobre a substância crack,
uma droga já conhecida pela população brasileira e que recentemente adquiriu
status de epidemia, nos mostrando dados alarmantes sobre a sua epidemiologia e
com isso um prognóstico preocupante. Veremos como a dependênciaquímica vem
modificando a vida de usuários, família e sociedade, bem como as forças
governamentais, a iniciativa privada e a sociedade civil vêm se organizando para
enfrentar esse problema. Neste trabalho também será discutido o papel da família
nesse contexto da drogadição, como unidade cuidadora e como vítima da
dependência química. Será abordado ainda como os trabalhadores da área da
saúde, emespecial a enfermagem, podem contribuir com trabalhos voltados para
prevenção e tratamento de dependentes químicos. Por fim, levantaremos
alternativas para a problemática relacionada ao uso de drogas ilícitas, em particular
o crack, sem esquecer que existem outras drogas e que são igualm ente
preocupantes no contexto da saúde.
Palavras chave: Cocaína - crack, drogas ilícitas e enfermagem. 4

SUMÁRIO

1Introdução..................................................................... ..........................................5

2 Objetivos.................................................................................................................8
2.1Objetivo geral................................................................................... ..................82.2Objetivos específicos.........................................................................................8

3 Metodologia....................................................................................................... .....9
3.1 Tipo de estudo..................................................................... .............................9
3.2 Delimitação daamostra................................................................................ ....9
3.3 Aspectos éticos........................................................................................ .........9

4 Conceituando o crack..............................................................................................10

5 Dependênciaquímica..............................................................................................14

6 Epidemiologia..........................................................................................................17

7 Prevenção e tratamento..........................................................................................21

8 Enfermagem e dependência química......................................................................26

9Repercussões do uso do crack na família...............................................................28

10 Considerações finais.............................................................................................30

Bibliografia ............................................................................................... .................33

5

1 INTRODUÇÃO

O crack é uma drogarelativamente nova, e já possui atributos significativos
para ser um dos males do século XXI. De acordo com Silva (2000, p. 11), a
dependência química que esta substância causa, é responsável por diversos
problemas sociais, tais como tráfico de drogas, assaltos, prostituição, superlotação
das cadeias e de hospitais.
Derivado da cocaína, mais barato1 e de fácil acesso, a popularidade...
tracking img