Densidade dos solidos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1166 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DE UBERABA
JOÃO PAULO RODARTE - 5119230

DENSIDADE ABSOLUTA DOS SÓLIDOS

UBERABA – MG
2013
JOÃO PAULO RODARTE - 5119230

DENSIDADE ABSOLUTA DOS SÓLIDOS

Relatório apresentado ao componente curricular Física Geral e Experimental III do curso de Engenharia da Universidade de Uberaba

Orientador: André

UBERABA – MG
2013
1. OBJETIVO
 Realização de práticas comunsde medição da densidade de sólidos e líquidos. Tendo em vista a determinação da densidade de sólidos a partir de um kit de medição de densidade para uma balança.

2. CONCEITUAÇÃO TEORICA

3.1. Densidade
A densidade absoluta é definida como a quantidade de massa em uma unidade de volume:
densidade=massavolume
A densidade de sólidos e líquidos, segundo o Sistema Internacional deUnidades é expressa em quilograma por metro cúbico – kg/m³. Entretanto, é mais comumente expressa em unidades de gramas por centímetro cúbico (g/cm³) ou em gramas por mililitro (g/mL). A densidade absoluta é uma propriedade específica, isto é, cada substância pura tem uma densidade própria, que a identifica e a diferencia das outras substâncias.
A densidade relativa de um material é a relação entre asua densidade absoluta e a densidade absoluta de uma substância estabelecida como padrão. No cálculo da densidade relativa de sólidos e líquidos, o padrão usualmente escolhido é a densidade absoluta da água, que é igual a 1,000 g/cm³.
A densidade de um sólido é em função da temperatura e, principalmente, da natureza da sua estrutura cristalina, haja vista, que os diferentes polimorfos de umcomposto exibem diferentes densidades.
A massa de um objeto é facilmente medida com uma balança; o volume de um objeto regular pode ser calculado medindo-se e multiplicando suas dimensões. O volume de um objeto irregular pode ser determinado pelo aumento aparente no volume de um líquido onde ele é mergulhado.
 
Método de Arquimedes
O princípio de Arquimedes pode ser enunciado da seguinte maneira:“um fluido em equilíbrio age sobre um monólito nele imerso (parcial ou totalmente) com uma força vertical orientado de baixo para cima, denominado empuxo, aplicado no centro de gravidade do volume de fluido deslocado, cuja intensidade é igual a do peso do volume de fluido deslocado”.
A densidade de um monólito (corpo sólido) pode ser definida como a relação entre a massa do monólito e a massa de umvolume igual de um líquido. A densidade relativa é característica para cada monólito, e depende basicamente de dois fatores: dos elementos químicos que constituem o monólito (composição química) e a maneira como estes elementos estão arranjados dentro da estrutura cristalina.
Considerando, que no interior de um líquido, certa porção cujo peso seja P, as forças hidrostáticas com que o restante dolíquido age sobre a porção considerada devem equilibrar o peso da porção líquida. A resultante de todas essas forças hidrostáticas é denominada empuxo e representada por E.

3. EQUIPAMENTOS E MATERIAIS PERMANENTES NECESSÁRIOS

* Balança
* Paquímetro
* Proveta
* Concreto
* Rocha calcita
* Madeira
* Alumínio
* Acrílico
* Soja
* Feijão

4.METODOLOGIA

Com o uso da balança, determinar a massa compactada do material. Para sólidos regulares determinar o volume com o uso de instrumento de medida linear (paquimetro).
Para peças irregulares verificar o deslocamento de água, quando imergido o corpo.

5. EXPERIMENTO E RESULTADOS OBTIDOS

CONCRETO:
Medidas: Diâmetro 10 cm e altura de 20 cm.
Volume: π. r². h = π.5².20 =1570,7963 cm³
Massa: 3840g
Densidade = 3840g/1570,7963cm³ = 2,4446 g/cm³ = 2444 Kg/m³

ALUMÍNIO:
Medidas: Altura de 61 mm, largura de 25mm e profundidade de 12mm.
Volume: Ab. h = 25.12.61 = 18300mm³
Massa: 52,25 g
Densidade = 52,25g/ 18300mm³= 0,002855 g/mm³ = 2855Kg/m³

ACRILICO:
Medidas: Altura de 4 cm, largura de 4 cm e profundidade de 4 cm.
Volume: Ab. h = 4.4.4 = 64 cm³
Massa:...
tracking img