Dengue

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2131 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de janeiro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Dengue

A dengue é uma doença infecciosa causada por um arbovírus, que ocorre principalmente em áreas tropicais e subtropicais do mundo, inclusive no Brasil. As epidemias geralmente ocorrem no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos. A dengue está se expandindo rapidamente, e espera-se que nos próximos anos a transmissão aumente significativamente no mundo. Existem quatrotipos diferentes de vírus do dengue, que denomina tipo: 1,2,3 e 4.
A dengue pose ser benigno ou grave, dependendo da forma como se apresente: infecção inaparente, dengue clássico (DC), febre hemorrágica da dengue (FHD) ou síndrome do choque da dengue (SCD). Atualmente, é a mais importante arbovirose que afetao ser humano, constituindo-se em sério problema de saúde pública no mundo. Ocorre e disseminam-se especialmente nos países tropicais, onde as condições do meio ambiente favorecem o desenvolvimento e a proliferação do Aedes aegypti, principal vetor da doença, a incidência de casos aumentam no verão, devido à maior ocorrência de chuvas e ao aumento da temperatura nessa estação, é mais comum surgiremcasos na zona urbana, devido a grande quantidade de criadouros naturais ou resultantes da ação do ser humano. Entretanto, a doença pode ocorrer em qualquer localidade, desde que exista população humana suscetível, presença do vetor e o vírus seja introduzido.
O período de incubação da dengue é de três a quinze dias após a picada e esta doença dura de cinco a sete dias. É constatado que noventa eoito por cento dos casos de dengue ocorridos no Brasil, os focos são encontrados nas residências.
É necessário notificar todo caso suspeito e/ou confirmado, deve ser comunicado ao Serviço de Vigilância Epidemiológica, o mais rapidamente possível. Esse serviço deverá informar, imediatamente, o fato à equipe de controle vetorial local para a adoção das medidas necessárias ao combate do vetor dadengue. Em situações epidêmicas, a coleta e o fluxo dos dados devem permitir o acompanhamento da curva epidêmica, com vistas ao desencadeamento e avaliação das medidas de controle. Os casos graves devem ser notificados e investigados imediatamente, preferencialmente, durante o período de internação.
A primeira epidemia, documentada clínica e laboratorialmente, ocorreu em 1981-1982, em Boa Vista-RR,causada pelos sorotipos 1 e 4. Em 1986, ocorreram epidemias, atingindo o Rio de Janeiro e algumas capitais da região Nordeste, após a década de 60 que a dengue se intensificou-se na América, desde 1980 passaram a ser notificadas epidemias de dengue em vários paises, como no Brasil (1982/1986/2002/2008), Bolívia (1987), Paraguai (1988), Equador (1988), Peru (1990) e Cuba (1977/1981), Em 1981 Cubafoi marcada por vários índices de dengue hemorrágica, desde então vem ocorrendo intensificamente casos de dengue e várias epidemias foram registradas, principalmente na região Sudeste e Nordeste, que são responsáveis pela maior parte dos casos notificados. Nas regiões Centro-oeste e Norte foram notificados casos mais tardiamente, pois as epidemias só foram registradas a partir da segunda metade dadécada de 90.
A Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS)
registrou 529.237 casos suspeitos de dengue em 2009 que foram recebidos até 22 de janeiro de 2010. Foram confirmados 2.271 casos e 154 óbitos por Febre Hemorrágica da Dengue (FHD), e 5.952 casos de dengue com complicação (DCC), com 144 óbitos. No mesmo período de 2008, ocorreram 4.232 casos de FHD e17.961 de DCC, com uma redução de 63% no número de casos graves em comparação a 2009. Em relação aos óbitos foram confirmados 491 em 2008, sendo 262 por DCC e 229 por FHD. Quando comparados o total de óbitos ocorridos por DCC e FHD em 2008 e 2009, observa-se uma redução de 39%. Cerca de 80% dos casos confirmados de FHD concentraram-se em cinco estados: Mato Grosso (28%), Bahia (26%), Espírito Santo...
tracking img