Demencia e alzheimer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3488 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Genética Humana Demência e Alzheimer

Demências As demências são caracterizadas por deterioração da capacidade intelectual que impactam a convivência social e a vida profissional de um indivíduo. O termo demência refere-se a uma série de sintomas que se encontram geralmente em pessoas com doenças cerebrais que implicam na destruição e perda de células cerebrais. A perda de células cerebrais éum processo natural, mas em doenças que conduzem à demência, isso ocorre a um ritmo mais rápido e faz com que o cérebro da pessoa não funcione de uma forma normal. O dano cerebral afeta o funcionamento mental da pessoa (memória, atenção, concentração, linguagem, pensamento, etc.) e isto, por sua vez, repercute-se em seu comportamento. A demência não se limita apenas a tipos degenerativos. Refere-sea uma síndrome que nem sempre segue o mesmo curso de desenvolvimento. Em alguns casos, o estado da pessoa pode melhorar ou estabilizar por um determinado tempo. A maior parte das pessoas morre devido a "complicações", tais como pneumonia, mais do que pela demência em si. Apesar da doença de Alzheimer ser a forma mais comum de demência, existe atualmente cerca de 50 tipos de demência que podem serreversíveis (curáveis) ou irreversíveis (não-curáveis), como as causadas por hipotireoidismo, doença hepática, hipoglicemia, deficiência de vitamina B12, abuso de álcool ou drogas, depressão, intoxicação por medicamentos, doença de Parkinson, HIV, doença vascular, entre outras. Doença de Alzheimer – D.A. Alzheimer é o nome de um psiquiatra e neuropatologista alemão, Alois Alzheimer (1864-1915),que em 1906, ao fazer uma autópsia, descobriu no cérebro do morto lesões nunca vistas antes. Tratava-se de um problema de degeneração dos neurônios, os quais apareciam atrofiados em vários lugares do cérebro, com placas chamadas ‘senis’ e fibras retorcidas, enroscadas umas nas outras e que afeta inicialmente a memória, o raciocínio e a comunicação.

Entre 50 e 70% de todas as pessoas comdemência apresentam a doença de Alzheimer, ou D.A., de característica degenerativa, que destrói células do cérebro lenta e progressivamente. A doença de Alzheimer não é infecciosa ou contagiosa. É uma doença terminal que causa uma deterioração geral da saúde. Contudo, a causa de morte mais freqüente é a pneumonia, porque à medida que a doença progride o sistema imunológico deteriora-se, e surge perda depeso, aumentando o risco de infecções da garganta e dos pulmões. A Doença de Alzheimer está ligada a duas categorias de lesões cerebrais: uma delas é a das grandes placas (senis) de uma proteína chamada beta-amilóide intracelulares que têm efeitos tóxicos sobre os neurônios. Outra categoria de danos se dá nos microtúbulos, um tipo de nó em estruturas essenciais dos neurônios, que ficam retorcidos eemaranhados, prejudicando seu funcionamento. A doença atinge cerca de 27,7 milhões de pacientes no mundo. Destes, 1,2 milhões são brasileiros. Um novo caso surge a cada 7 segundos no planeta. Nos EUA, a D.A. é a quarta causa de morte, sendo que 22% das pessoas com mais de 88 anos desenvolvem a doença e quase metade dos pacientes de casas de repouso apresentam a doença. Desencadeada por fatoresgenéticos em 80% dos casos, a D.A. pode também manifestar-se por questões familiares ou por causas esporádicas e ambientais. Aproximadamente apenas 5% dos casos de doença de Alzheimer são familiares e 95% esporádicas e multifatoriais. A hereditariedade está muito mais marcada na D.A. familiar (15 a 20%), cujo início é precoce (antes dos 65 anos de idade), do que na D.A. esporádica (80 a 85%),caracterizada por seu aparecimento em idades mais avançadas. A forma familiar, muito mais rara, está relacionada à herança autossômica dominante com penetrância incompleta e idade-dependente. Já na forma esporádica, há um padrão de alta freqüência, baixa penetrância, distúrbio relacionado com um único gene ou um modelo multifatorial com múltiplos genes e/ou fatores não-genéticos. Estudos recentes nos...
tracking img