Definição, Reconhecimento e Mensuração de Ativos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1414 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Definição, Reconhecimento e
Mensuração de Ativos

Grupo:

Definições:
Segundo Francisco D’Auria, o ativo é finalmente, “o
conjunto de meios ou a matéria posta à disposição
do administrador para que este possa operar de
modo a conseguir os fins que a entidade entregue
à sua direção”.

Definições:
Segundo Sprouse & Moonitz (1962, ARS n. 3 )
“Ativos representam benefícios esperados,direitos
que foram adquiridos pela entidade como
resultado de alguma transação corrente passada”.

 “Ativo é qualquer contraprestação ou
não, possuída por uma empresa e que
tenha valor para ela”. PANTON (1924).

4

 Segundo Iudícibus & Marion (1999:
145) “Ativo, pode ser conceituado como
algo que possui um potencial de serviços
em seu bojo, para a entidade capaz,
direta ouindiretamente, mediata
ou no futuro, de gerar fluxos de caixa”.

5

DEFINIÇÕES:


Segundo o IASB ativo é o“recurso controlado
pela entidade como resultado de eventos
passados e do qual se espera que resultem
futuros benefícios econômicos para a
entidade”

Ativo

Valores de entrada
Valores de saída

VALORES DE ENTRADA
“As medidas de entradas representam o volume
dedinheiro, ou o valor de alguma outra forma
de compensação, pago quando um ativo ou
seus serviços ingressam na empresa por meio
de uma troca ou conversão.”

Avaliação dos Ativos
Os valores de entrada podem ser apresentados
da seguinte forma:
• Custo Histórico
• Custo Histórico Corrigido
• Custo Corrente/ Reposição
• Custo Corrente/ Reposição Corrigido

Custo Histórico

“É o valor originalda transação, isto é, quanto custou à
empresa adquirir um determinado ativo ou quanto
custaram os insumos contidos no ativo, se foram
fabricados”,Iudícibus & Marion, (1999: 146)

Custo Histórico

Vantagens- Expressa o valor de aquisição; demonstra mais
objetividade e verificabilidade; facilita o trabalho de verificação dos
auditores; mostra quanto foi pago pelo bem ou direito e não oque
vale; é o valor acordado entre comprador e vendedor; o valor
econômico expressa a realidade somente próximo da data de
aquisição.

Desvantagens- Com o passar do tempo o custo histórico pode
perder sua substância econômica, não expressando a realidade e
ter sua avaliação monetária defasada, com a perda do poder
aquisitivo da moeda.

Custo Histórico Corrigido

É caracterizado pelamodificação do custo histórico, através de
indicadores oficiais, os quais darão condições de trazer os valores
mais próximos da realidade.

Avaliação dos Ativos
Custos Correntes / Reposição
Custo corrente os ativos são contabilizados pelo montante
pelo qual teriam que ser pagos caso fossem adquiridos no
presente. Representa o esforço monetário que a entidade teria
que fazer para obter oativo existente.
Custo de reposição corresponde ao valor atual de uma
tecnologia passada.

Avaliação dos Ativos
Custo Corrente/ Reposição Corrigido
É acrescido da atualização através de índices oficiais (inflação)
Características:
- É o preço de mercado mais a atualização;
-a verificação será feita através da diminuição do custo de
reposição e o custo de reposição corrigido;
-resultará na valorização real do bem ou direito;
-as informações poderão chegar bem próximos da realidade;
-deve-se levar em conta a objetividade, a comparabilidade
e o custo benefício da informação.

Avaliação dos Ativos
Custo Corrente/ Reposição Corrigido

Ex.:
Custo histórico

R$ 1.000,00

Inflação do período

10%

Custo corrente/ reposição

R$ 1.150,00

Custo corrente/reposição corrigido (C.H. R$ 1.000,00 x 1,10
inflação)

R$ 1.100,00

O bem valorizou

R$ 50,00

“Os preços de saída representam o volume de caixa ou valor de
algum instrumento de pagamento, recebido quando um ativo ou
serviço deixa a empresa por meio de troca ou conversão”
Hendriksen & Van Breda, (1999; 310)



Os valores de saída podem ser apresentados da
seguinte forma:

Valores...
tracking img