Deficiencia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 36 (8865 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SILVA, N. L. P.; DESSEN, M. A. O que significa ter uma...

O que significa ter uma criança com deficiência mental na família?1

What does it mean to have a mentally retarded child in the family?
Nara Liana Pereira Silva* Maria Auxiliadora Dessen* *
RESUMO

A família desempenha um papel preponderante no processo de inserção e adaptação da criança deficiente mental no contextosociocultural. A literatura tem mostrado similaridades e diferenças não só quanto aos modos como as famílias se relacionam com sua criança com deficiência mental, mas também quando comparadas com famílias de crianças com desenvolvimento típico. Este artigo tem como objetivo descrever alguns aspectos do funcionamento de famílias de crianças com deficiência mental, comparando-os àqueles de famílias de criançascom desenvolvimento típico. Ênfase é dada às relações entre os diferentes subsistemas familiares: marido-esposa, genitores-criança e irmão-irmão, e suas implicações para o desenvolvimento infantil. Conhecer a dinâmica das relações de famílias de crianças com deficiência mental constitui o primeiro passo para a compreensão do desenvolvimento e dos mecanismos de adaptação dessas famílias às suascrianças. Mas, para compreender o funcionamento dessas famílias, é preciso levar em consideração as descobertas recentes da genética comportamental. Palavras-chave: deficiência mental, crianças pré-escolares, família, relações familiares.

1 Este artigo é uma versão modificada da introdução da tese de doutorado da primeira autora, orientada pela segunda. As autoras agradecem o apoio do CNPq. *Doutora em Psicologia. Universidade de Brasília. liana@unb.br ** Doutora em Psicologia. Professora do Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília. dessen@unb.br

Educar, Curitiba, n. 23, p. 161-183, 2004. Editora UFPR

161

SILVA, N. L. P.; DESSEN, M. A. O que significa ter uma...

ABSTRACT

The family plays an important role in the adaptation process of children with mentalretardation in the socio-cultural context. Literature has showed us similarities and differences not only in the way that families have been interacting with their mentally retarded child, but also between them and families of typically developing children. So, this article aims to describe some aspects of the family functioning of children with mental retardation comparing them to those from families ofchildren with a typical development. We emphasize the relationships developed in different family subsystems, i.e. husband-wife, parents-child, and child-sibling. In order to understand the family development and adaptation process of children with mental retardation, we need, firstly, to know how these families function. However, to understand the family functioning we need to take into accountwhat we know about behavioural genetics nowadays. Key-words: mental retardation, preschool children, family, family relations.

A deficiência mental tem sido tema de interesse de muitos estudiosos, dentre eles Piaget e Vygotsky, cujas idéias foram muito importantes para a compreensão do desenvolvimento de pessoas com deficiência. Segundo HODAPP, BURACK e ZIGLER (1998), os trabalhos de Piagettrouxeram muitas contribuições para os estudos nesta área, tendo as seqüências do desenvolvimento propostas por ele sido testadas em pessoas DM a partir de 1940, indicando que as crianças DM procediam em seqüência idêntica aos indivíduos com inteligência média. Vygotsky, por sua vez, deu ênfase aos processos que incluíam a linguagem como um mediador do pensamento e aos modos pelos quais os adultospermeiam os comportamentos das crianças. O foco de sua abordagem é sobre como as crianças se desenvolvem e como o desenvolvimento é alterado quando uma criança tem deficiência mental. Embora seja inegável a contribuição destes estudiosos, a primeira abordagem evolutiva voltada à deficiência mental foi elaborada somente no final de 1960, por ZIGLER, segundo HODAPP et al. (1998). As principais idéias...
tracking img