Deficiencia multipla

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 59 (14513 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro da Educação Fernando Haddad Secretário Executivo José Henrique Paim Fernandes Secretária de Educação Especial Claudia Pereira Dutra

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL

Educação Infantil

Saberes e práticas da inclusão

Dificuldades acentuadas de aprendizagem

Deficiência múltipla
Brasília 2006 FICHA TÉCNICA
Coordenação Geral • Profª Francisca Roseneide Furtado do Monte – MEC/SEESP • Profª Idê Borges dos Santos – MEC/SEESP Elaboração • Profª Ms. Marilda Moraes Garcia Bruno. Consultora autônoma. Revisão Técnica • Profª Francisca Roseneide Furtado do Monte – MEC/SEESP Revisão de Texto • Profª Idê Borges dos Santos - MEC/SEESP • Profª Ms. Aura Cid Lopes Flórido Ferreira deBritto – MEC/SEESP Consultores que emitiram parecer • Iracilda Rodrigues de Souza – SE/DF • Maria do Carmo M. F. de Paula – SE/DF • Maria Renata da Silva Pereira – SE/DF • Nina Maria F. Coura – SE/DF 4ª edição / 2006 Tiragem: 10.000 exemplares (08 volumes)

Educação infantil : saberes e práticas da inclusão : dificuldades acentuadas de aprendizagem : deficiência múltipla. [4. ed.] /elaboração profª Ana Maria de Godói – Associação de Assistência à Criança Deficiente – AACD... [et. al.]. – Brasília : MEC, Secretaria de Educação Especial, 2006. 58 p. : il. 1. Educação infantil. 2. Pessoas com deficiências múltiplas. 3. Atendimento especializado. 4. Educação inclusiva. 5. Adaptação curricular. I. Godói, Ana Maria de. II. Brasil. Secretaria de Educação Especial.

CDU376.014.53 CDU 376

Carta de Apresentação
A educação e os cuidados na infância são amplamente reconhecidos como fatores fundamentais do desenvolvimento global da criança, o que coloca para os sistemas de ensino o desafio de organizar projetos pedagógicos que promovam a inclusão de todas as crianças. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional impulsionou o desenvolvimento da educaçãoe o compromisso com uma educação de qualidade, introduzindo um capítulo específico que orienta para o atendimento às necessidades educacionais especiais dos alunos, que deve ter início na educação infantil. O Ministério da Educação, dissemina nacionalmente a política de educação inclusiva e tem implementado ações que colocam como prioridade a ampliação do acesso e do atendimentoeducacional especializado, criando as condições necessárias para a inclusão nas escolas de ensino regular, propiciando participação e aprendizagem de todos os alunos e possibilitando avanço as demais etapas e níveis de ensino. Nesse contexto, o MEC apóia a realização de programas de formação continuada de professores e disponibiliza aos sistemas de ensino a Coleção Saberes e Práticas daInclusão – Educação Infantil que traz temas específicos sobre o atendimento educacional de crianças com necessidades educacionais especiais, do nascimento aos seis anos de idade. São oito volumes organizados para o desenvolvimento da prática pedagógica com enfoque nas Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem ou Limitações no Processo de Desenvolvimento; Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem –Deficiência Múltipla; Dificuldades de Comunicação e Sinalização – Deficiência Física; Dificuldades de Comunicação e Sinalização – Surdocegueira/ Múltipla Deficiência Sensorial; Dificuldades de Comunicação e Sinalização – Surdez; Dificuldades de Comunicação e Sinalização - Deficiência Visual e Altas Habilidades/ Superdotação. Esperamos que este material contribua no desenvolvimento daformação docente a partir dos conhecimentos e temas abordados e desta forma, sejam elaborados projetos pedagógicos que contemplem conceitos, princípios e estratégias educacionais inclusivas que respondam às necessidades educacionais especiais dos alunos e propiciem seu desenvolvimento social, afetivo e cognitivo.

Claudia Pereira Dutra Secretária de Educação Especial - MEC

Sumário...
tracking img