Dedreferfer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 75 (18727 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPITULO UM: DE HIGGINS AO "JOGGING"
"Os exercícios devem ser executados por todos os discípulos ao
mesmo tempo e do mesmo modo. A marcação do rythmo começará logo
depois de dado o commando executivo: 1, 2, 3, 4, 1, 2, 3, 4. .. Terminada uma
lição de gymnastica, o professor não mandará debandar antes de executar a
formatura inicial (fileira). A quebra da disciplina acarretará a quebra daforça
moral".
Não fosse pela ortografia, denotando uma época remota, talvez
acreditássemos estar diante de um moderno tratado de metodologia sobre
ginástica. Arthur Higgins foi um dos mais importantes professores de Educação
Física do então Distrito Federal, no começo do século. As recomendações
citadas datam de 1911 e manifestam uma atualidade incontestável para o
momento em que foramescritas.
Mas o tempo não pára. Setenta anos foram suficientes para que a
Educação Física saísse de um quase empirismo pedagógico e passasse a
merecer algum destaque no sistema mais amplo da Educação. Na Europa, em
fins do século XIX, foi introduzida nas escolas em função dos benefícios que o
exercício físico pode trazer para a saúde. Mas será o professor de Educação
Física uma espécie demédico? Ou um auxiliar do médico? Qual o perfil que a
sociedade traça desse profissional e o que dele espera? A evidente
identificação com a Medicina foi o que, sem dúvida, deu status à profissão mas,
lamentavelmente, afastou-a da sua verdadeira missão.
O terreno escolar talvez tenha sido o mais fértil para inadequações.
Aí, o professor de Educação Física assumiu o papel de educador do físico,deixando de atender às necessidades do homem total. A ginástica passou a
ser um verdadeiro castigo e a boa aula é a que exaure o aluno. Além disso, o
profissional que atua nesta área ficou historicamente identificado com hábitos
militares, passando a ser o responsável pelo treinamento de ordem unida para
desfiles e comemorações cívicas. Tornou-se um "disciplinador", antes de mais
nada. Estesprocedimentos refletem-se por toda a vida das pessoas, que
passam a detestar a atividade física. Já adultos, voltam a praticar exercícios
físicos apenas "a conselho médico". Isto é Educação Física?
Apesar de tudo, hoje podemos afirmar que as pessoas estão
redescobrindo o valor dos exercícios. As calçadas e as ruas tornaram-se palco
de um desfile cujos figurantes aumentam dia a dia. Mas de ondevêm os
estímulos que levam a este renascimento ginástico? Seria das escolas e
academias, que estariam levando a um processo definitivo de conscientização
acerca da importância da Educação Física? Ou seria das indústrias de material
esportivo, que se sofisticam cada vez mais? Ou ainda das novelas de televisão
a divulgar um esporte que não é para todos?
A corrida talvez seja um exemploilustrativo do furor ginástico que
tomou conta da parcela da população capaz de atender a estes apelos. Muito
divulgada pela grande imprensa do início dos anos setenta, após a vitória do
Site: http://geocities.yahoo.com.br/gagaufera2003/
futebol brasileiro no México, transformou-se, para muitos, em verdadeira
religião. Estes, seguindo matematicamente as tabelas que os levariam a uma
formidávelcondição atlética, não observam o mais importante: o seu
rendimento interno. Correm sem se dar conta que existem limites de
rendimento cardíaco aceitáveis, acima dos quais há perigo. Não aprenderam -
claro, ninguém lhes ensinou - que aquela bombinha, que os mantém vivos,
pode também matá-los. Será isto a verdadeira Educação Física?
Mas a ciência que trata do movimento não contém apenas achamada ginástica entre os seus elementos. O esporte incluiu-se entre as suas
responsabilidades. Dignificado pelos gregos, deformado pelos romanos,
esquecido na época medieval, foi ressuscitado por Coubertin para, atualmente,
transformar-se em objeto de propaganda política. O homem - matéria-prima
para o desempenho esportivo - converte-se em instrumento a serviço dos
detentores do poder. A...
tracking img