Decrescimento sustentavel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1157 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Decrescimento Sustentável e o ecossistema

A teoria do decrescimento sustentável, defendida pelo economista francês Serge Latouche, acredita que é necessário haver uma mudança de comportamento, principalmente em relação ao consumo exacerbado pregado pelo sistema no qual vivemos. Esta aceleração da produção de bens de consumo tem levado o planeta a um esgotamento dos seus recursos naturais.Sendo assim, acredita-se que não é possível existir um crescimento sustentável. Segundo o Compêndio de Indicadores de Sustentabilidade de Nações a tese do decrescimento baseia-se na hipótese de que o crescimento econômico – entendido como aumento constante do Produto Interno Bruto (PIB) – não é sustentável para o ecossistema global.
O crescimento estimula a produção de bens que venham asuprir as demais necessidades, que casa vez mais se expadem, sendo estas necessidades supérfulas e compulsivas geradas pela lógica do capitalismo, que visa primeiramente os lucros. Porém isto tem causado um grande desequilíbrio ecológico. O desenvolvimento não pode ser sustentável, uma vez que o aumento constante da produção de bens e serviços também provoca aumento do consumo de recursos naturais,acelerando, portanto, o seu esgotamento – lembrando que 20% da população mundial já consome 85% dos recursos naturais. (Compêndio de Indicadores de Sustentabilidae de Nações).

Durante minha vida (67 anos), a população humana triplicou, e o número de objetos fabricados cresceu muito mais. O total de energia e material necessário para manter e substituir os artefatos humanos na Terra tambémaumentou enormemente. À medida que o mundo torna-se repleto de humanos e de suas coisas, ele é esvaziado do que havia antes por aqui. Para lidar com esse novo padrão de escassez, os cientistas precisaram desenvolver uma economia de "mundo cheio" para substituir a tradicional, de "mundo vazio”. (Daly, 2005).

A exploração dos recursos naturais é uma problemática tão importante que não podemossimplesmente fingir que nada está acontecendo e que esses recursos que são limitados estão se esgotando. Por serem limitados os recursos naturais não há como existir um crescimento ilimitado. Deve-se mudar a lógica na qual vivemos para reconhecer que a melhoria das condições de vida depende de uma diminuição do consumo e consequentemente uma diminuição também da utilização dos recursos naturais.Para isso é necessário que a sociedade mude sua visão em relação ao modo em que vivemos, se conscientizando. Segundo Jacinto, 2006 o actual processo civilizacional, hegemonicamente orientado numa perspectiva capitalista e neo-liberal, produz exploração e exclusão social ao mesmo tempo que esgota e contamina a biosfera. 
Por isso, os imperativos sociais e ambientais obrigam a uma mudançacivilizacional para a sobrevivência da humanidade. O desenvolvimento ecologicamente sustentado só pode implantar-se com o decrescimento sustentado ou seja, a progressiva eliminação das fontes de energia fóssil e a eliminação da produção de materiais esgotantes e contaminantes. Para isso, é imprescindível a eliminação de necessidades secundárias e artificiais empoladas pela sociedade de consumo. Mas odecrescimento sustentável não é feito numa lógica de decrescimento por decrescimento. É apenas a paragem de um processo produtivista insustentável abrindo a porta ao desenvolvimento de uma ecotecnosfera baseada nas energias renováveis, no metabolismo biológico circular capaz de reciclar e regenerar o capital natural e também o metabolismo ecotecnológico capaz de reutilizar, no circuito intergeracional,os bens artificiais.  (Jucinto, 2006).

Desta forma o decrescimento sustentável é um modo imprescindível para se conseguir regular através de um modo sustentável e saudável o desenvolvimento ecológico. No contexto actual, o decrescimento sustentável, longe de ser uma alternativa regressiva, é um verdadeiro progresso, fundado na escolha de uma lógica que põe finalmente o homem e a natureza...
tracking img