Decifrando o universo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2421 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DECIFRANDO A TERRA




O planeta em que vivemos é formado pelo mesmo material que compõe os demais corpos do Sistema Solar e tudo o mais que faz parte de nosso Universo. A origem da Terra está ligada intrinsecamente à formação do Sol, dos demais planetas do Sistema Solar e de todas as estrelas a partir de nuvens de gás e poeira interestelar.
Com base nas informações decorrentesde diversos campos da Ciência já foram obtidas respostas para algumas importantes questões que dizem respeito à nossa existência:



Formação do Universo e tudo o que nele compõe-se:

• Big- Bang
• Via Láctea;
• Meteoritos;
• Estrelas;
• Sol;
• Lua;
• Planetas;
• Terra.




Big Bang

O Universo surgiu de um único ponto ou singularidade onde toda a matériae energia do universo observável encontrava-se concentrada numa fase densa e extremamente quente chamada Era de Planck . A partir da Era Planck, o Universo vem se expandindo até sua atual forma, possivelmente com curtos períodos de inflação cósmica.

Diversas medições experimentais independentes apoiam teoricamente tal expansão e a Teoria do Big Bang. Esta expansão tem-se acelerado poração da energia escura, uma força oposta à gravidade que está agindo mais que esta devido ao fato das dimensões do Universo serem grandes o bastante para dissipar a força gravitacional. Porém, devido ao escasso conhecimento a respeito da energia escura, é ainda pequeno o entendimento do fenômeno e sua influência no destino do Universo.
A teoria mais aceita sobre a origem do Universo é a doBig Bang (Grande explosão), como citada, ela supõem que o Universo tenha surgido de uma explosão gigantesca ocorrida entre 10 e 20 bilhões de anos atrás.O Universo inicialmente consistia em uma bola muito quente e densa de gás em expansão, que foi esfriando. Depois de cerca de 1 bilhão de anos, o gás provavelmente começou a se condensar em fragmentos denominados protogaláxias. Durante os 5 bilhõesde anos seguintes, as protogaláxias continuaram a se condensar, formando galáxias em cujo interior as estrelas foram nascendo.





Via Láctea


A Via-Láctea é uma Galáxia que por sua vez é um amplo conjunto de estrelas, incluindo uma grande variedade de gases e poeiras astrais. Este corpo de formato espiral engloba pelo menos duzentos bilhões de estrelas, embora algunsacreditem que o número destas esferas pode chegar a quatrocentos bilhões. Sua massa atinge aproximadamente um trilhão e 750 bilhões de massas solares.

Estruturalmente a Via-Láctea é composta por seis campos: núcleo, bulbo central, disco, os braços espirais, o componente esférico e o halo.

A visão atual da Via Láctea, para a qual tem contribuído telescópios cada vez mais avançados, desde oséculo XVII, é a de uma parte iluminada do Universo, resultado da soma das luzes irradiadas por uma vasta quantidade de astros.



Meteoritos


Um meteorito é a denominação dada quando um meteoróidena, formado por fragmentos de asteróides ou cometas ou ainda restos de planetas desintegrados, que podem variar de tamanho desde simples poeira a corpos celestes com quilômetros dediâmetro, alcançam a superfície da Terra, pode ser um aerólito (rochoso), siderito (metálico) ou siderólito (metálico-rochoso).
Ao contrário dos meteoros, os meteoritos que atingem a superfície da Terra não são consumidos completamente pelo fogo decorrente do atrito da atmosfera. Os mais comuns não contêm misturas de elementos, sendo compostos por côndrulos, podendo também conter partículas deferro. Os condritos carbonácios podem conter moléculas complexas de hidrocarbonetos. Os meteoróides são corpos no espaço que ainda não atingiram a atmosfera terrestre.
Os meteoritos metálicos são constituídos por ferro (aproximadamente 85%) e níquel (aproximadamente 14%), podendo conter outros elementos em menor proporção. São também designados de sideritos.
Além desses,...
tracking img