Dbdesigner4

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3177 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DBDesigner 4

Prof. Marcelo Marçula

DBDesigner 4
O DBDesigner 4 é uma ferramenta CASE (Computer-Aided Software Engineering) voltada para a modelagem de dados dos sistemas. Para utilizá-lo é necessário, primeiramente, criar o Modelo Conceitual dos dados do sistema. Como exemplo, será utilizado o seguinte Modelo Conceitual:
NomeFunc CPF CodDep NomeDep

DescProj IdProj

PROJETO

0,Mé composto
Horas_Trab

1,N

FUNCIONÁRIO

0,N

é alocado

1,1

DEPARTAMENTO

DuraçãoPrev

Local

C
NomeBen CNPJ NomeEmp

BENEFICIÁRIO

0,1

é indicado

1,1 FUNCIONÁRIO PRÓPRIO

FUNCIONÁRIO 1,N TERCEIRIZADO

pertence

1,1

EMPRESA PRESTADORA DE SERVIÇO
EndEmp

CPFBen

EndFunc MatrFunc

CargaHoraria

IDTerc

TelEmp

Funcionamento do DBDesigner 4 Antesde modelar os dados utilizando o DBDesigner 4 é importante conhecer como ele funciona, em termos de derivação do Modelo Conceitual para o Modelo Lógico. Como já vimos, existem diversas opções para derivar um modelo para o outro. O DBDesgner 4 tem as suas opções bem definidas e que devemos conhecer. 1. O Modelo Conceitual já deve estar normalizado, pois o DBDesigner 4 apenas modela e não normalizaas tabelas. 2. Derivação de relacionamentos 1:1 O DBDesigner 4 cria uma cópia da chave primária de uma das tabelas como chave estrangeira da outra tabela. Você deve decidir qual das tabelas deve receber a chave estrangeira antes de utilizar a ferramenta. 3. Derivação de relacionamentos 1:N O DBDesigner 4 cria uma cópia da chave primária da tabela com cardinalidade 1 como chave estrangeira databela com cardinalidade N. 4. Derivação de relacionamentos M:N O DBDesigner 4 cria uma terceira tabela que “liga” as tabelas com cardinalidade M e N. Nessa tabela serão usadas cópias das chaves primárias das duas tabelas, usadas como

2

DBDesigner 4

Prof. Marcelo Marçula

chaves primárias e chaves estrangeiras. A cardinalidade entre as tabelas iniciais e a tabela criada são 1:N. 5.Derivação de relacionamentos generalização/especialização O DBDesigner cria uma cópia da chave primária da tabela generalizada como chave estrangeira das tabelas especializadas. O relacionamento resultante é do tipo 1:N. 6. Derivação de relacionamentos com atributos Nos relacionamentos com cardinalidade 1:1 ou 1:N, que possuam atributos, devemos decidir como deve ser feita a derivação desses atributos(criar uma terceira tabela, passar os atributos para uma das tabelas, etc. como vimos na teoria) ANTES de utilizar o DBDesigner 4. Ou seja, o nosso Modelo Conceitual deve apresentar os relacionamentos com cardinalidade 1:1 e 1:N SEM qualquer atributo. No relacionamento M:N, não devemos nos preocupar, pois o DBDesigner 4 permite a inclusão de atributos no relacionamento (atributo fica na tabela criadapara “ligar” as duas tabelas). Criando o modelo utilizando o DBDesigner 4 1. Abrir o DBDesigner 4. Surgirá a seguinte janela, com uma área de trabalho em branco, onde será criado o modelo:

2. Para criar o modelo vamos utilizar a Barra de Ferramentas vertical, localizada à esquerda da janela. 3. Primeiramente vamos configurar o DBDesigner 4 para que apresente o modelo na forma esperada.

3 DBDesigner 4

Prof. Marcelo Marçula

A principal modificação é utilizar a notação “Pé-de-Galinha” (Crow’s Foot) para representar o relacionamento entre as tabelas. Para isso, clicar na menu Display e escolher a opção Notation.

Feito isso, escolha a opção Crows Foot (ela ficará marcada). 4. Feito isso, você deve criar as tabelas correspondentes às entidades do Modelo Conceitual. Para issobasta clicar no botão New Table (barra de ferramentas à esquerda).

Surgirá um cursor em forma de mão com um dedo apontando. Basta clicar no local onde você deseja que a tabela seja criada. Uma dica é criar as tabelas nas mesmas posições onde você criou as entidades no Modelo Conceitual (ajuda a organizar o modelo resultante). 5. Na área de trabalho da ferramenta aparecerá o seguinte:

Isso...
tracking img