Dawe

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1426 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O CENÁRIO MEDIEVAL: INSEPARABILIDADE ENTRE PESSOA E GRUPO
Alan Dawe 1

Numa exposição rápida, a compreensão pode fazer com que se atribua à sociedade
medieval maior coerência e consistência, como entidade, do que realmente tinha, e fazer
com que o longo, arrastado e fragmentado processo de sua desintegração pareça mais súbito
e dramático do que realmente foi. Mesmo assim, por mais lento,desigual e fragmentado que
tenha sido, o colapso do medievalismo constituiu um total rompimento histórico entre um
mundo e outro, com o qual não será exagero dizer que todas as formas de pensamento social
ocidental se vêm relacionando desde então. A totalidade do rompimento é evidenciada pela
sua cósmica inversão da concepção do indivíduo, cuja história semântica foi traçada, com
muitaoportunidade para os nossos propósitos aqui, por Raymond Williams:

“Individual” significa, no pensamento medieval, “inseparável”... Lentamente, e com muitas
ambigüidades, desde então, aprendemos a pensar no “indivíduo em si mesmo”, quando
antes falar nele era dar um exemplo do grupo de que era membro.

Essa inseparabilidade entre a pessoa e o grupo reflete muito bem o padrão de vida na
aldeiamedieval típica. Era uma comunidade fechada e estática, não-penetrada por idéias
novas, não-afetada por nenhum tipo de movimento, não-sujeita a qualquer mobilidade
geográfica e social. A vida era tão regular e previsível quanto as estações do ano. Era uma
comunidade pequena, onde todos se conheciam e onde, portanto, tudo o que uma pessoa
fazia era do conhecimento de todas as outras. Era umacomunidade na qual a vida, desde o
nascimento até a morte, era vivida em público, e, portanto, não havia nem mesmo a
possibilidade de se conceber a distinção entre as dimensões pública e privada da vida, que é
parte tão grande da moderna concepção do indivíduo. Além disso, era também uma
comunidade não-diferenciada, na qual todos dependiam do grupo para a realização de todas
as suasnecessidades. Em outras palavras, não havia divisão do trabalho. E isso, é claro, é de
grande importância, pois da divisão do trabalho depende a diferenciação da biografia e da
experiência que produz o senso da diferença em relação aos outros, e que é a essência da
moderna concepção do indivíduo. Sem ela, experiência, biografia e vida pessoal continuam
1

Alan Dawe, “Teorias da Ação Social”. Em:História da análise sociológica . (Org. Bottomore e Nisbet).
Rio de Janeiro, Zahar, 1980.

2
indiferenciadas de uma pessoa para outra. Sem ela, portanto, não pode haver uma concepção
do “indivíduo em si mesmo”.
Em suma, o homem medieval vivia num mundo fixo, estático e imutável, aceitando,
sem questionar, esse mundo e o lugar que nele ocupava como preordenado, e só tendo
consciência de simesmo como parte do grupo. Além disso, o mundo era assim porque havia
sido feito por Deus. A concepção medieval do homem era do ser que constituía apenas uma
manifestação da natureza e da vontade divina, inseparável e indivisível dele. É claro que,
quando a única visão do mundo ao alcance da comunidade fechada, estática e indiferenciada
da aldeia medieval era a de que a essência e agência detudo estava unicamente na criação e
na autoridade divinas, não havia margem para qualquer concepção de uma natureza e
agência humanas. Daí a impossibilidade de visões da natureza humana na sociedade
medieval. E, quando havia algum perigo de que tais visões surgissem, ele era facilmente
neutralizado pelo poder feudal da Igreja e do Estado, combinados.
Exceto, é claro, que isso não era assim tãofacilmente neutralizado, pois o
medievalismo teve finalmente de enfrentar desafios novos, crescentes e fundamentais a
todos os aspectos de sua existência social, política e cultural. Um desses desafios era
teológico. O Protestantismo estava surgindo e, embora conservasse a fé no mundo ordenado
divinamente, via o homem como uma criatura sozinha numa individualidade vulnerável,
ante um Deus...
tracking img