David ricardo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1221 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO - DAVID RICARDO
A TEORIA DAS VANTAGENS COMPARATIVAS FOI FORMULADA POR DAVID RICARDO. O PRINCÍPIO DE TAL TEORIA EXPLICA O MOTIVO PELO QUAL OS PAÍSES COMERCIALIZAM ENTRE SI. A TEORIA DIZ QUE SE CADA PAÍS SE ESPECIALIZAR EM PRODUZIR AQUILO QUE LHE FOR MAIS VANTAJOSO EM TERMOS DE CUSTO, EM UM SISTEMA DE LIVRE-COMÉRCIO, HAVERIA UM NÚMERO MUITO MAIOR DE MERCADORIAS À DISPOSIÇÃO PARA MELHORSATISFAZER A DEMANDA DE SUA POPULAÇÃO, UM PAÍS TEM VANTAGENS COMPARATIVAS NA PRODUÇÃO DE UM BEM SE O CUSTO DE OPORTUNIDADE DA PRODUÇÃO DE UM BEM EM TERMOS DE OUTROS BENS É MAIS BAIXO QUE EM OUTRO PAÍS. SÃO PRESSUPOSTOS DO MODELO RICARDIANO: CONSIDERA-SE APENAS DOIS PÁISES(PAÍS LOCAL E PAÍS ESTRANGEIRO); DOIS PRODUTOS (VINHO E QUEIJO); EXISTE APENAS UM FATOR DE PRODUÇÃO (TRABALHO); O MODELO PRESSUPÕEUM MERCADO DE CONCORRÊNCIA PERFEITA (GRANDE NÚMERO DE EMPRESAS, TOMADORAS DE PREÇO, FATOR DE PRODUÇÃO HOMOGÊNEO, NÃO HÁ BARREIRAS À ENTRADA, RENDIMENTOS DECRESCENTES. POR EXEMPLO, SUPÕE-SE QUE DOIS PAÍSES - PAÍS A (LOCAL) E PÁIS B (ESTRANGEIRO); DOIS PRODUTOS (VINHO E QUEIJO)E OS DOIS PAÍSES INTENSIVOS EM TRABALHO:


NECESSIDADE DE UNIDADES DE TRABALHO:
queijo vinho

PAÍS A alq = 1h/kg alv = 2h/lPAÍS B aeq = 6h/kg aeq = 3h/l
NO PAÍS A, TEM-SE alq = 1 e alv = 2, PORTANTO O CUSTO DE OPORTUNIDADE DO QUEIJO EM TERMOS DE VINHO É alq/alv OU 1/2, JÁ NO PAÍS B, SERIA, aeq = 6 e aev = 3, PORTANTO O CUSTO DE OPRTUNIDADE DO QUEIJO É aeq/aev OU 6/3. NO MERCADO INETRNACIONAL O PREÇO DO QUEIJO DEVE ESTAR ENTRE 1/2 E 2. NO EXEMPLO FOI CONSIDERADO QUE O PREÇO DE EQUILIBRIO MUNDIAL É Pq/Pv = 1, ENTÃO 1KGDE QUEIJO É COMERCIALIZADO POR 1l DE VINHO, DESTA FORMA AMBOS OS PAÍSES SE ESPECIALIZARÃO. SENDO ASSIM, A PRODUÇÃO DE 1Kg DE QUEIJO EXIGE APENAS METADE DAS HORAS DE TRABALHO DO PAÍS LOCAL SE COMPARADOS ÀS NECESSIDADES DE PRODUÇÃO DE VINHO, DESTA FORMA OS TRABALHADORES DO PAÍS A RECEBERÃO MAIS PARA PRODUZIR QUEIJO, FAZENDO COM QUE O PAÍS A SE ESPECIALIZE NA PRODUÇÃO DE QUEIJO. O CONTRÁRIO TAMBÉMACONTECE NO PAÍS B, QUE SE ESPECIALIZRPA NA PRODUÇÃO DE VINHO, TAL ESPECIALIZAÇÃO VAI PRODUZIR GANHOS DO COMÉRCIO. O PAÍS A SERÁ MAIS EFICIENTE PRODUZINDO QUEIJO E TROCANDO-O POR VINHO DO QUE SE ESTE PRODUZISSE VINHO DIRETAMENTE E O PAÍS B VAI SER MAIS EFICIENTE PRODUZINDO VINHO E TROCANDO ESTE POR QUEIJO DO QUE SE ESTE PRODUZISSE QUEIJO DIRETAMENTE. DOIS PAÍSES PODEM COMERCIALIZAR COM VANTAGENSMÚTUAS ATÉ MESMO QUANDO UM DELES É MAIS EFICIENTE QUE O OUTRO NA PRODUÇÃO DE TUDO E OS PRODUTORES DA ENOMIA MENOS EFICIENTE SÓ CONSEGUEM PAGANDO MENORES SALÁRIOS.

David Ricardo (1772-1823)
Sem sombra de dúvidas considerado um dos maiores economistas de seu tempo, não só de seu tempo mas ainda hoje, é considerado, ainda em vida, o legitimo sucessor de Adam Smith na divulgação da nascente EconomiaPolítica. Suas obras atingem vastas áreas da economia, tais como: política monetária, teoria dos lucros, teoria da renda fundiária e da distribuição, teoria do valor e do comércio internacional, sendo que muitos desses temas permanecem atuais até os dias de hoje.
David Ricardo nasceu em Londres em 18 de Abril de 1772, filho de abastado comerciante de origem judaica que havia emigrado paraHolanda. Ricardo cresceu no mundo "prático" dos negócios, tornou-se operador da Bolsa de Valores de Londres e, embora jovem, possuía uma considerável fortuna pessoal, além de mover-se com familiaridade no mundo dos negócios e das finanças do capitalismo mais avançado de sua época. A Inglaterra acabava de completar a chamada, Primeira Revolução Industrial aonde não só muda o processo de produção com aintrodução de máquinas, mas também modifica radicalmente a relação social, aonde os artesões foram transformados em proletários devido a concentração de fatores, provenientes do avanço técnico e causando uma radical mudança na relação entre meio urbano e meio rural inglês.
Este ciclo econômico tinha vindo para ficar e, de tempos em tempos as crises no comércio achatavam os lucros dos...
tracking img