David hume - a filosofia moral

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2260 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DAVID HUME

DÚVIDAS CÉTICAS SOBRE AS OPERAÇÕES DO ENTENDIMENTO

A FILOSOFIA MORAL

Todos os objetos da razão ou da investigação humanas podem dividir-se naturalmente em
dois gêneros, a saber: relações de idéias e de fatos. Ao primeiro pertencem as ciências da
geometria, da álgebra e da aritmética e, numa palavra, toda afirmação que é intuitivamente oudemonstrativamente certa. Que o quadrado da hipotenusa é igual à soma do quadrado dos dois
lados, é uma proposição que exprime uma relação entre estas figuras. Que três vezes cinco é
igual à metade de trinta exprime uma relação entre estes números. As proposições deste gênero
podem descobrir-se pela simples operação do pensamento e não dependem de algo existente em
alguma parte do universo.Embora nunca tenha havido na natureza um círculo ou um triângulo,
as verdades demonstradas por Euclides conservarão para sempre sua certeza e evidência.

Os fatos, que são os segundos objetos da razão humana, não são determinados da mesma
maneira, nem nossa evidência de sua verdade, por maior que seja, é de natureza igual à
precedente. O contrário de um fato qualquer é sempre possível, pois,além de jamais implicar
uma contradição, o espírito o concebe com a mesma facilidade e distinção como se ele estivesse
em completo acordo com a realidade. Que o sol não nascerá amanhã é tão inteligível e não
implica mais contradição do que a afirmação que ele nascerá. Podemos em vão, todavia, tentar
demonstrar sua falsidade. Se ela fosse demonstrativamente falsa, implicaria uma contradição e oespírito nunca poderia concebê-la distintamente.

Portanto, deve ser assunto digno de nossa atenção investigar qual é a natureza desta
evidência que nos dá segurança acerca da realidade de uma existência e de um fato que não estão
ao alcance do testemunho atual de nossos sentidos ou do registro de nossa memória. E preciso
frisar que este aspecto da filosofia tem sido pouco cultivado tantopelos antigos como pelos
modernos; e, portanto, nossas dúvidas e nossos erros ao realizar esta investigação tão importante
são certamente os mais desculpáveis, já que marchamos através de tão difíceis caminhos sem
nenhum guia ou direção. Na realidade, podem revelar-se úteis ao excitar a curiosidade e ao
destruir esta fé cega e a segurança que são a ruína de todo raciocínio e de toda investigaçãolivre.
Suponho que descobrir defeitos na filosofia comum, se os há, não é motivo de desânimo mas,
pelo contrário, como é de costume, um incentivo para se tentar alguma coisa mais completa e
mais satisfatória do que aquela que tem sido até agora proposta ao público.

Todos os raciocínios que se referem aos fatos parecem fundar-se na relação de causa e
efeito. Apenas por meio desta relaçãoultrapassamos os dados de nossa memória e de nossos
sentidos. Se tivésseis que perguntar a alguém por que acredita na realidade de um fato que não
constata efetivamente, por exemplo, que seu amigo está no campo ou na França, ele vos daria
uma razão, e esta razão seria um outro fato: uma carta que recebeu ou o conhecimento de suas
resoluções e promessas anteriores. Um homem, ao encontrar um relógioou qualquer outra
máquina numa ilha deserta, concluiria que outrora havia homens na ilha. Todos os nossos
raciocínios sobre os fatos são da mesma natureza. E constantemente supõe-se que há uma
conexão entre o fato presente e aquele que é inferido dele. Se não houvesse nada que os ligasse,
a inferência seria inteiramente precária. A audição de uma voz articulada e de uma conversa
racional naobscuridade nos dá segurança sobre a presença de alguma pessoa. Por quê? Porque
estes sons são os efeitos da constituição e da estrutura do homem e estão estreitamente ligados a
ela. Se analisamos todos os outros raciocínios desta natureza, encontraremos que se fundam na
relação de causa e de efeito e que esta relação se acha próxima ou distante, direta ou colateral. O
calor e a luz são...
tracking img