Dahrendorf x marx

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (838 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
As Iludidas Previsões de Marx
Sofia de Menezes Gonçalves ADM MB2 /RA 00095459

Ter em mente as condições de trabalho nas quais vivia o proletariado do século XIX, facilita a compreensão de algumas das previsões de Karl Marx a respeito da sociedade,denominada por ele, capitalista. Em plena Revolução Industrial, a mecanização do trabalho tornou-se essencial, para não dizer obrigatória, levando, a princípio, ao barateamento da mão de obra, ou seja, àdiminuição de salários. Esse aspecto, somado à precariedade do ambiente de trabalho e a carência de normas, regras e leis que protegessem a integridade física e psicológica do operariado, suscitou asinúmeras preocupações do pensador alemão que, posteriormente, culminaram no desenvolvimento de suas obras: ‘O Manifesto Comunista’ e ‘O Capital’, entre as principais.
Cento e onze após a conclusãode ‘O Capital’, o cenário já era bastante diferente daquele vivenciado por Marx, o que permitiu a seu conterrâneo Ralf Dahrendorf- sociólogo e filosofo, também alemão-, no capítulo ‘Mudanças naEstrutura das Sociedades Industriais a partir de Marx’, do livro “As Classes e seus conflitos na Sociedade Industrial”, refutar suas (de Marx) teorias e ideias.
As contestações já começam a partir termo“capitalista” atribuído, pelo economista do século XIX, como característica fundamental da sociedade em questão. Para Dahrendorf, no entanto, uma sociedade capitalista era apenas um subtipo de sociedadeindustrial devido à estruturação social ser baseada na produção industrial. Em outras palavras, o estilo de produção industrial, baseado nos imperativos da produção, ou, neste caso, na produtividademáxima, determinava a estrutura da sociedade e não o contrário. Isto explicaria a grande similaridade entre países cujo sistema econômico era capitalista e aqueles cuja economia era baseada nos...
tracking img