Custsos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3138 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ
FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS E ADMINISTRATIVAS

CUSTEIO VARIÁVEL / DIRETO

santo andré - SP
2005

sumário

introdução 1
CONTABILIDADE DE CUSTOS 1
CLASSIFICAÇÃO DO CUSTOS 2

MÉTODOS DE CUSTEIO 3
CUSTEIO POR ABSORÇÃO 4
CONCEITO FISCAL DE CUSTEIO POR ABSORÇÃO 5
CUSTEIO VARIÁVEL OU DIRETO 6
COMPARAÇÃO - custeio deabsorção x custeio direto 7
CUSTEIO POR ABSORÇÃO 7
CUSTEIO DIRETO 7
TABELA ComparaTIVA entre o custeio por absorção e o custeio direto (ou variável) 11

Referências 13

introdução

CONTABILIDADE DE CUSTOS

Os conceitos básicos da terminologia da contabilidade de custos serão a seguir descritos, segundo Demarchi:

Gasto: Sacrifício financeiro para obtenção de um bem ou serviço.Investimento: Gastos que são ativados em função da vida útil do bem ou em virtude de concorrer para a obtenção de receitas de exercícios futuros.
- As máquinas e equipamentos adquiridos incorporam-se ao Ativo Permanente.
- A matéria-prima integra temporariamente o Ativo Circulante.
- O prêmio de seguro pago e não incorrido corresponde a gastos antecipados no Ativo Circulante.
Custo:Consumo de valores (bens e serviços) para a produção de um novo bem ou serviço.
- Pode ser decorrente de um gasto que é aplicado imediatamente no processo de produção. Ex: Gasto com mão-de-obra, energia elétrica.
- Pode ser proveniente de valores ativados consumidos na produção. Ex: Requisição de matérias-primas, depreciação de equipamentos.
- Observação: O custo dos produtos acabados, quepermanece em estoque volta à condição de investimento. Quando da venda corresponde ao Custo dos Produtos Vendidos.
Despesas: São valores necessários à obtenção das receitas e à manutenção da respectiva fonte produtora, não relacionados com os custos (a produção).
- Pode ser gasto aplicado diretamente (salário dos administradores/comissão de vendedores)
- Pode ser utilização de ativos, depreciaçãode móveis e utensílios.
Perda: Bem ou Serviço consumido de forma anormal e involuntária. Ex: incêndio, inundação, graves acidentes etc.

CLASSIFICAÇÃO DO CUSTOS

Segundo Martins, podemos verificar que alguns custos podem ser diretamente apropriados aos produtos, bastando haver uma medida de consumo (quilogramas de materiais consumidos, embalagens utilizadas, horas de mão-de-obra utilizadas eaté quantidade de força consumida). São Custos Diretos com relação aos produtos.

Outros realmente não oferecem condição de uma medida objetiva e qualquer tentativa de alocação tem de ser feita de maneira estimada e muitas vezes arbitrária (como o aluguel, a supervisão, as chefias etc.). São os Custos Indiretos com relação aos produtos.

Portanto, a classificação de Direto e Indireto queestamos fazendo é com relação ao produtofeito, e não à produção no sentido geral ou aos departamentos dentro da fábrica.”

Martins conceitua também os custos como fixos e variáveis da seguinte forma:

Uma outra classificação usual (e mais importante que todas as demais) é a que leva em consideração a relação entre os Custos e o volume de atividade numa unidade de tempo. Divide basicamente os Custosem Fixos e Variáveis.

Por exemplo, o valor global de consumo dos materiais diretos por mês depende diretamente do volume de produção. Quanto maior a quantidade fabricada maior o seu consumo. Dentro, portanto, de uma unidade de tempo (mês, nesse exemplo), o valor do custo com tais materiais varia de acordo com o volume de produção; logo, materiais diretos são Custos Variáveis.

Por outro lado,o aluguel da fábrica num determinado mês é de um determinado valor, independentemente de aumentos ou diminuições naquele mês do volume elaborado de produtos. Por isso, o aluguel é um Custo Fixo.

É de grande importância notar que a classificação em Fixos e Variáveis leva em consideração a unidade de tempo, o valor total de custos com um item nessa unidade de tempo e o volume de atividade.”...
tracking img