Custos e despesas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1198 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Esquema Básico de Custos

Vamos exemplificar o esquema básico da Contabilidade de Custos, lembrando que é parte relativa a utilização de Custos para Avaliação de Estoques para fins fiscais e societários (legais), devido a isto é trabalhado o Custeio por Absorção.

1º Passo - Separação entre Custos e Despesas.

Suponhamos que estes sejam os gastos de determinado período daEmpresa X:

Comissões de Vendedores 80.000
Salários de Fábrica 120.000
Matéria-prima consumida 350.000
Salários da administração 90.000
Depreciação da fábrica 60.000
Seguros da fábrica 10.000
Despesas financeiras 50.000
Honorários da diretoria 40.000
Materiais diversos – fábrica 15.000
Energia elétrica – fábrica 85.000
Manutenção – fábrica 70.000
Despesas de entrega 45.000Correios, telefone e internet 5.000
Material de escritório 5.000
Total dos Gastos 1.025.000

A primeira tarefa é a separação dos Custos de Produção. Teremos então os seguintes gastos:
Custos de Produção
Salários de Fábrica 120.000
Matéria-prima consumida 350.000
Depreciação da fábrica 60.000
Seguros da fábrica 10.000
Materiais diversos – fábrica 15.000
Energia elétrica – fábrica 85.000Manutenção – fábrica 70.000
Total dos Gastos 710.000

Despesas Administrativas
Salários da administração 90.000
Honorários da diretoria 40.000
Correios, telefone e internet 5.000
Material de escritório 5.000
Total dos Gastos 140.000

Despesas de Vendas
Comissões de Vendedores 80.000
Despesas de entrega 45.000
Total dos Gastos 125.000

Despesas Financeiras
Despesas financeiras 50.000Obs.: (As despesas que não entraram no Custo de Produção, as quais totalizam 315.000, vão ser descarregadas diretamente no Resultado do Período, sem serem alocadas ao produto.)
2º Passo: A Apropriação dos Custos Diretos

Digamos que esta empresa elabore 03 produtos diferentes, o seguinte passo é o de se distribuírem os custos diretos de produção aos três itens. Além disso,nessa empresa, parte da Mão-de-Obra e parte da Energia Elétrica, também são consideradas Custos diretos.

Precisamos então saber, quanto da Matéria-prima, quanto da Mão-de-obra Direta e quanto da Energia elétrica foram aplicados em cada produto.

Para a Matéria-Prima, é utilizado o sistema de requisições que atribui a cada produto o valor retirado do almoxarifado para sua produção:

Assimtemos a seguinte distribuição:

Matéria-Prima
Produto A 75.000
Produto B 135.000
Produto C 140.000
Total 350.000

Para a Mão-de-Obra, a situação é um pouco mais complexa, já que é necessário verificar do total de 120.000, quanto diz respeito à direta e à indireta. Para podermos conhecer bem este detalhe, precisamos saber que a empresa mantém um apontamento de quais foram osoperários que trabalharam em cada produto, no mês e por quanto tempo.

Conhecidos tais detalhes, conclui-se então:

Mão-de-Obra
Indireta 30.000
Direta
Produto A 22.000
Produto B 47.000
Produto C 21.000 90.000

Total dos Gastos 120.000

Logo, 90.000 serão atribuídos diretamenteaos produtos, enquanto que o restante será adicionado ao rol dos Custos Indiretos.

Energia Elétrica
A verificação da Energia Elétrica evidencia que, após anotado o consumo na fabricação dos produtos durante o mês, 45.000 são diretamente atribuíveis e 40.000 só alocáveis por critérios de rateio, já que existem medidores em apenas algumas das máquinas.

Indiretos 40.000

DiretaProduto A 18.000
Produto B 20.000
Produto C 7.000 45.000

Total 85.000

Temos então, resumidamente:
Tipo Diretos Indiretos Total
Produto A Produto B Produto C
Matéria-prima 75.000 135.000 140.000 - 350.000
Mão-de-obra 22.000 47.000 21.000 30.000 120.000
Energia elétrica 18.000 20.000 7.000 40.000 85.000
Depreciação - - - 60.000 60.000
Seguros - - - 10.000...
tracking img