Custos de consultas médicas em pessoas com diabetes mellitus durante um programa educativo,

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1486 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO CRÍTICO: CUSTOS DE CONSULTAS MÉDICAS EM PESSOAS COM DIABETES MELLITUS DURANTE UM PROGRAMA EDUCATIVO, de Carla Regina de Souza Teixeira e Maria Lucia Zanetti.
AUTORA: Jaqueline Maria Cruz Barbosa
A leitura do artigo favorece uma excelente reflexão sobre o estudo da implantação de um programa para analisar e comparar consultas, procedimentos médicos e implantação de um programa educativoem diabetes mellitus. Durante a leitura verificou-se que as doenças crônicas não transmissíveis se encontram no ápice de preocupações das organizações mundiais de saúde. Destas doenças destaca-se o diabetes mellitus, doença crônica incapacitante e de custo elevado para as instituições e familiares e que deve ser encarado como um desafio que necessita de programas de prevenção e controle eespecialmente acompanhamento permanente.
A educação em saúde se abre como um caminho para alcançar a redução e prevenção das diversas complicações em diabetes mellitus. Mudança no comportamento do paciente e a colaboração de seus familiares favorecem a redução de peso, melhora o controle glicêmico e da pressão arterial, produzindo um menor risco cardiovascular. Nos Estados Unidos a utilização demecanismos de gerenciamento pelos planos de saúde, procura conter e racionalizar os custos dos tratamentos e com isso diferenciar – se no mercado, possibilitando uma alternativa na escolha dos usuários. Essa diferenciação se encontra na simplicidade para o diagnóstico e para o tratamento. As administradoras de planos de saúde verificaram que o diabetes mellitus e suas complicações necessitam de permanenteatenção multiprofissional e coloca a disposição de seus clientes a medicina preventiva, que surge como um espaço de mudança nas práticas de saúde, vindo de encontro às preocupações para reduzir os riscos e custos na assistência medica.
O presente estudo busca então, comparar e analisar números e custos de atendimentos médicos realizados um ano antes e um ano depois da participação no Serviço deMedicina Preventiva – SEMPRE, em diabetes mellitus. O estudo é descritivo e observacional realizado entre novembro de 2002 e abril de 2003, através de encontros grupais, com 42 pessoas, adultos e crianças com diabetes mellitus tipo I e tipo II. O sistema de informação utilizado é denominado SEMPRE, sendo adquiridas informações sobre as variáveis sociodemograficas. Numa segunda etapa obtiveram-seinformações sobre as variáveis relacionadas aos custos diretos da assistência médica. Em março de 2002, com a aprovação do projeto de pesquisas pelo Comitê de Ética e Pesquisas, iniciou-se os estudos.
Após a realização concluiu-se os seguintes resultados: “dos 42 (100%) sujeitos investigados, 36 (85,7%) possuem o diabetes mellitus tipo II e 6 (14,34%) o tipo I. O valor pago pela cooperativa desaúde foi de R$ 46.723,00 em um ano antes da participação no SEMPRE, variando de R$ 2.394,30 a R$ 8.610,83 por mês e média de R$ 108,11 por pessoa/mês. Durante o primeiro ano no SEMPRE o valor foi de R$ 41.510,16, variando de R$ 1.926,14 a R$ 6.007,96 por mês e nédia de R$ 96,08/mês, com redução de 11,1% durante o programa educativo SEMPRE” (pag. 264-265). Em relação ai numero de consultasmédicas, as pessoas com diabetes mellitus tipo II, antes de iniciar os estudos, efetuaram em media uma consulta mês e durante o programa efetuaram 0,95 consulta por pessoa mês. Quanto aos gastos em urgência às pessoas com diabetes mellitus II, houve uma redução de 40%, durante o ano no SEMPRE e as consultas medicas de urgências, nestas mesmas pessoas e no mesmo período, houve também uma redução de 47,7%.Os testes estatísticos demonstraram que não houve diferença significativa nos parâmetros estudados. Os resultados obtidos com as pessoas com diabete mellitus do tipo I demonstraram que “estas gastaram, em urgência R$ 1.457,03 em um ano antes do SEMPRE, e R$ 365,52 durante o primeiro ano no SEMPRE, variando de R$ 58,72 a R$ 651,52, por mês durante o SEMPRE e de R$ 40,80 a R$ 539,58, por mês...
tracking img