Custo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1120 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
D
Custo Departamental (1ª Parte)

Você viu até aqui, que existem dois sistemas básicos para apuração e contabilização do Custo de Produção:
O Sistema de Inventário Periódico, através do qual todos os Custos Diretos e Indiretos de Fabricação são atribuídos de uma só vez e englobadamente a toda a produção de um período, não sendo possível conhecer o Custo Unitário dosprodutos fabricados.
E, O Sistema de Inventário Permanente, onde os Custos Diretos e Indiretos de Fabricação são atribuídos a cada produto ou lotes de produtos fabricados, sendo que os controles existentes através de mapas, relatórios, boletins, etc., permitem o conhecimento e a contabilização do Custo Unitário dos produtos à medida que eles são fabricados e, que isto possibilita agestão de recursos a todo o momento, inclusive possibilitando a verificação do CPV a cada venda, o que facilita o planejamento estratégico para melhoria dos resultados e logística quantitativa dos estoques.
Você viu ainda que o processo de atribuição do Custo de Produção possui 03 (três) etapas:

1ª Separação dos Custos e Despesas
2ª Apropriação dos Custos Diretos
3ª Apropriação dos CustosIndiretos - (Rateio)

Pois bem, a partir de agora poderemos verificar que, para que os Custos Indiretos de Fabricação sejam rateados de forma mais coerente ao custo de cada produto é conveniente que se adote o Sistema de Custo Departamental.

Outro Sistema de apuração de custos?

Não é bem assim.
O Custo Departamental pode ser considerado um subsistema do Sistema de InventárioPermanente (É inviável departamentalizar pelo Sistema de Inventário Periódico).
Em que consiste então este sistema ?

O Custo Departamental, é um sistema de atribuição dos Custos Indiretos de Fabricação aos produtos por departamentos.

Departamento é a menor unidade administrativa de uma empresa, para efeito de acumulação dos Custos Indiretos de Fabricação.

As atividadesadministrativas , comerciais e de produção de uma empresa podem, por exemplo, estar estruturalmente divididas nas seguintes seções:
Administração Geral, Ambulatório Médico, Almoxarifado, Conservação e Manutenção, Controle de Qualidade, Recrutamento, Seleção e Treinamento de Pessoal.
Mas na verdade podemos dizer que na empresa existem dois tipos de departamentos:

Departamentos produtivos:compostos por homens e máquinas responsáveis pela fabricação dos produtos, onde são gerados em relação aos produtos , Custos Diretos e Indiretos.

Departamentos de Serviços: compostos por homens e máquinas (na maioria das vezes apenas homens) que prestam serviços para toda a empresa industrial, inclusive para os departamentos produtivos. Nestes, os custos são considerados diretos emrelação aos departamentos, mas indiretos em relação aos produtos.
Por isso é que os Custos Indiretos de Fabricação são transferidos entre os departamentos, até que os CIP gerados em todos os departamentos estejam devidamente alocados aos departamentos produtivos.

Para efeito de contabilização dos CIF, a Contabilidade de Custos considera cada departamento como sendo um Centro de Custos.Centro de Custos, é a mínima unidade de acumulação de Custos Indiretos.
Porém, um departamento pode ter mais de um centro de custos caso esta subdivisão seja economicamente viável e permita melhor apropriação dos Custos Indiretos aos Produtos.
Podem também ser criados Centros de Custos para acumular gastos comuns a todos os departamentos de uma fábrica, como por exemplo:Aluguéis, Energia Elétrica, Telefones, etc.

Obs.: (A margem de erro na atribuição dos CIP é menor quando se adota o Custo Departamental).


Métodos de Rateio





Para que se distribuam os CIP gerados nos departamentos de serviços, vários métodos (critérios) podem ser adotados. Veja alguns deles:


Método Direto: por este método, os custos gerados nos departamentos de...
tracking img