Custo de mao de obra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2132 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
....

..

/

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS
CAIXA POSTAL 21120 ZC· OS
RIO DE JANEIRO
~

GUANABARA BRASIL

ESCOLA DE mS-GRADUAÇÃO EM ECONO~iíIA DO INSTITUTO ::BRAS ILSIRO DE ·.8CONOMIA DA FUNDAÇÃO GflIIttLIO VARGAS

Tese de Mestrado, apresentada ~ "Escola de P6s-Graduação em Economiau(EPGE), do Instituto ::Brasileiro de Economia, da Fundação Getúlio Vargas, pelo economista Rui LzrioModenesi, examinada e julgada pelos professores Carlos Geraldo Langoni, Admardo Terra Caldeira e Edmar Lisboa ::Bacha, e aprovada com grau 8,16 (oito pontos e dezesseis centésimos).

Rio de Janeiro(G::B), 28 de junho de 1972.

1.1

ckl. \/)

l

r,

c..À. ....~ . .:i.,:.

Carlos Geraldo L8~Oni Subdiretor Técnico/EPGE

A-4 Formato Intcfn ..:lCional

21Ox257mn-:

Rio de Janeiro,

6de março de 1972

...

Senhor Diretor,

o
Mestrado a EPGE pelo

trabalho anexo, apresentado como Tese

de

Sr. Rui Lyrio Modenesi, resume-se quase que

apenas em pesquisa sôbre os encargos trabalhistas no Brasil.

Baseado nas serles obtidas, o candidato prQ curou tirar conclusões, nenhuma delas, porém, importante ou origi nal. Aliás, parece que ele não se preocupou com a parteanalítica (que deveria seguir ~ pesquisa), de modo geral, fraca, nio fazendo, também, considerações científicas que pudessem orientação para uma política do setor em tela. servir de

,

.

Atribuo ao trabalho nota 7.00 (Sete).

Atenciosamente,

~Admardo

Terra Caldeira Diretor

.L.

TI mO Sr.

Prof. Mário Henrique Simonsen M.D. Diretor da Escola de P6s-Graduação Fundação GetúlioVargas Rio de Janeiro - GB

ATC/clr.

...
-

MiN!ST~RIO

00 PLANEJAMENTO E COORDENAÇAo

GERAL

INSTITUTO DE PLANEJAMENTO ECONOMICO E SOCIAL (IPEA)

Rio de Janeiro, 28 de fevereiro de 1972

Prof. Carlos Geraldo Longoni Subdiretor Técnico Escola de Pós Graduação em Economia da Fundação Getúlio Vargas

Senhor Professor, Estou devolvendo, devidamente analisada, a tese de metrado deRui Lyrio Modenesi, in ti tulada ".n. Evolução dos Encargos Trabalhistas no Brasil". Trata-se de trabalho realizado sob minha supervisao, dentro do programa de pesquisas do IlJPES/IPEA, para 1971.

-

-

Foi executado de maneira extremamente competente e com uma dedicação ímpar; cheyando-se a resultados muito i!!: portantes para a compreensão dos fenômenos estudados. Considero, pois, a teseaprovada sem restrições, outorgando-lhe no ta 9 (nove). Atenciosamente,

LISB A

~~/J BAC~

"

...

-

/zpa
II"EA -1

-.
FUNDAÇÃO GI::TÚLIO VARGAS
CAIXA POSTAL. 21120 ZC - 05
• RIO DE JANr RQ
R

GUANABARA BRASJL

11mo. Sr.
Diretor da Escola de Pós-Graduação em Economia Prof. T:ario HenriQue Simonsen

A Tose de

!·~estrado

liA li.,'volução dos :i."..:~ ~~~f:-L··~~:JJ. ç;r/~·~ ..

1ICO ;: SOCI';L ,IPEA,

0UADRO 111 DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL DOS INDUSTRIÁRIOS SEGUNDO CLASSES DE SALÁRIOS - BRASIL, 1947/53

Classes de Salários (Cr$ antigos)
O

1945 62,7 10,6 6,3 5,5 3,7 2,8 2,2 1,2 1,0 0,7 0,4 0,5 0,3 0,2 0,2 1,5

1947 49,6 9,6 7,8 5,9 4,7 3,7 3,6 2,1 2,3 1,5 1,2 1,5 0,9 0,7 0,7 4,3

1948 37,5 9,3 8,4 6,8 6,1 4,9 4,7 3,2 3,1 2,3 1,8 2,0 1,3 1,0 1,0 6,61949 28,3 7,9 7,6 6,9 6,5 5,6 5,5 4,1 4,0 3,0 2,5 2,6 1,9 1,6 1,5 10,4

1951 18,7 6,8 6,8 (),6 6,6 5,8 5,8 4,5 4,7 3,6 3,2 3,2 2,5 2,1 2,1 16,9

1952 4,3 4,2 8,1 6,0 5,6 5,0 5,0 6,0 9,3 4,4 4,1 4,3 3,3

1953 2,8 3,1 6,4 5,0 4,9 4,5 4,7 5,4 7,9 3,9 3,9 4,3 3,5 3,2 3,2 33,2

a a a a a a a a a a a a a a a a

499 599 699 799 899 999 1. 099 1.199
1. 299 1. 399

500 600 700 800 900 1.000 1.100
1. 200 1. 300

1. 400
1. 500

1. 499
1. 599 1. 699

1. 600
1. 700 1. 800 1. 900

1.799
1. 899

mais

2,8 2,'] 24,6

Fontes: IAPI - Boletim Estatístico-Atuarial, fev. e abro de 1954. Os dados do IAPI foram também publicados pelo Anuário Estatístico do Brasil - 1954 e 1955. Notas:
1) De 1947 a 1951, o limite superior da primeira classe e quivalia a 1,31 vêzes o maior...
tracking img