Custeio abc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1291 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A cadeia de valores e a vantagem competitiva
Baseado na obra Vantagem Competitiva de M. PORTER (1989)

Seção 1

Seção 1

Atividades de apoio Infra-estrutura da empresa

“Toda empresa é uma reunião de atividades que são executadas para projetar, produzir, comercializar, entregar e sustentar seu produto “

Gerência de RH Desenvolvimento de tecnologia Aquisição M A R G Logística LogísticaProdução interna externa
Marketing

& Serviço E vendas M

Atividades primárias Seção 1 Seção 1

1

15/08/2011

Cadeia de valores do(s) fornecedor(es)

O Sistema de Valores (Cadeia Produtiva):

Definição da Cadeia de Valores:
São as atividades relevantes de uma empresa: a) atividades que representam custos importantes b) atividades que podem diferenciar a empresa das outrasCadeia de valores da Empresa Cadeia de valores dos canais

Cadeia de valores do consumidor

Seção 1

Seção 1

“A cadeia de valor não é uma coleção de atividades independentes e sim um sistema de atividades inter-dependentes”

“O modo como cada atividade é executada, combinado com seu custo, determinará se uma empresa tem custo alto ou baixo em relação à concorrência. O modo como cadaatividade de valor é executada também irá determinar sua contribuição para as necessidades do comprador, e assim, para a diferenciação”

Seção 1

Seção 1

Cadeia de Valor e a Logística
“As atividades de valor são, portanto, os blocos de construção distintos da vantagem competitiva. Uma comparação das cadeias de valores dos concorrentes expõe as diferenças que determinam a vantagem competitiva”Impossível atuar de forma competitiva simplesmente adquirindo produtos e vendendo a consumidores. É preciso buscar melhorias contínuas junto aos demais atores da cadeia, de forma a reduzir custos, melhorar qualidade e nível de serviço para os clientes finais.
Seção 1

Seção 1

2

15/08/2011

Elementos da cadeia de suprimentos

MATERIA PRIMA E OUTROS COMPONENTE S TRANSPORTE MANUFATURATRANSPORTE CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO (CD) TRANSPORTE

Valor agregado
Custo com materiais : $ 112,80 Custo com Mão de obra direta : $ 55,20 Custo indireto : $62,60 Custo de estoque do produto acabado : $9,40 Total: $ 240,00 Preço de venda final: $ 288,00 Valor agregado = 288 – 112,80 (inclusive a margem)
LOJA 3

LOJA 1

LOJA 2 CONSUMIDOR FINAL

Seção 1

Seção 1

Valor
Valor é quanto que oscompradores estão dispostos a pagar por aquilo que uma empresa ou indivíduo lhes fornece (by Porter) Definição de valor não se aplica a monopólio. Valor não é medido pelo custo final e sim pela receita total. Valor é comporto por: Margem $$ e Atividades de valor (serviços)

Parcerias na Cadeia de valor
Objetivo: aumento da competitividade global do sistema e satisfação plena do consumidor TipoI: Neste caso o nível de integração operacional e gerencial é pequeno. As empresas se reconhecem como parceiras, entretanto, coordenam e planejam atividades de forma pouco abrangente. A parceria está focada no curto prazo e envolve apenas um departamento do fabricante (geralmente sua gerência de transporte ou distribuição física). Tipo II: as empresas passam da coordenação à integração deatividades. Há uma perspectiva de longo prazo para o relacionamento e vários departamentos e funções do fabricante estão envolvidos (produção, distribuição física, vendas etc). Tipo III: há um nível de integração operacional e gerencial significativo, no qual cada empresa percebe a outra como uma extensão de sua unidade de negócio. Não há prazo pré-definido para o término do relacionamento.

Seção 1Seção 1

Exemplos
Exel Logistics & Nabisco (Reino Unido): A Nabisco no Reino Unido acredita que a melhor forma de se relacionar com seus parceiros consiste no estabelecimento de regras básicas logo no início do relacionamento. O contrato com a Exel Logistics (seu principal prestador de serviço logístico) tem renovação anual.Este é um exemplo característico de parceria do Tipo I. Robin...
tracking img