Curto circuito

Páginas: 18 (4305 palavras) Publicado: 20 de julho de 2012
Consultoria e Serviços de Engenharia .
cse@belsol.com.br - fone: (35) 3712-4175 - fax: (35) 3714-2349
Rua Guaicurus, 460 - Vila Togni - Poços de Caldas - M.G. cep:37 704 347 _______________________________________________________________________________________________

Procedimentos para cálculos de curto-circuito. 1- Consequências do curto:  Gases por aquecimento: Quando acontece um arcoelétrico, devido a um curto circuito, o ar aquecido pela temperatura do arco, comporta-se como um gás comprimido, expandindo-se e arremessando em sua expansão partículas de poeira e gotículas de metal fundido que podem atingir partes vitais do indivíduo em seu trajeto.  Bola de fogo / Plasma : Quando a potência do curto circuito é apreciável, o ar aquecido pelo arco torna-se em um plasma (gás àaltíssima temperatura), criando assim uma “bola de fogo” que pode incendiar todos os materiais combustíveis em que tocar. Felizmente seu raio de ação é relativamente pequeno.  Onda eletromagnética de energia emitida pelo arco elétrico. Velocidade = 300.000 km / s. : Quando ocorre a liberação de energia através de combustão, explosão química ou arco voltaico, temos a transformação de todo energéticoprimário disponível, num intervalo de tempo relativamente pequeno, em energia eletromagnética não ionizante (infravermelho – luz visível – ultravioleta).

O

L

I.L

Esta energia, dita irradiada, espalha-se em todas as direções, formando uma superfície esférica que se propaga na velocidade da luz, sendo portanto o primeiro e muitas vezes o maior impacto a contatar os corpos colocados emseu raio de ação.

Como a área de uma esfera é: S = . D2, para uma esfera de raio unitário, o feixe de área unitária é representado pela área da esfera dividida por  Quando um feixe de energia, de seção quadrada, é irradiado a partir de um ponto de origem “O”, num determinado instante e a uma distância “D” do ponto “O”, toda energia contida neste feixe está distribuída em uma área quadradacujo lado é “L” e cuja área é L². Quando variamos a distância “D” de um fator “I”, por semelhança de triângulos, podemos perceber que os lados do quadrado também variam na mesma razão “I”. A área desta nova seção quadrada é (I . L)². Mas, se considerarmos “L” como unidade, teremos: S = I².1 Podemos então dizer que a área da seção quadrada que intercepta o feixe em questão é proporcional ao quadradoda distância deste plano à origem “O”. Como a energia contida no feixe é constante e homogeneamente distribuída pela área do plano que intercepta o feixe de radiação, podemos dizer que num ponto qualquer da rota do feixe, a potência da radiação é inversamente proporcional ao quadrado da distância entre este ponto e o ponto “O”, origem da radiação. Como normalmente nos interessa este tipo deradiação se processando no vácuo ou dentro da atmosfera terrestre e entre distâncias relativamente pequenas, também podemos dizer que sua absorção pelo “meio” é desprezível (o que está a favor da segurança) e que toda potência desenvolvida na emissão é irradiada esfericamente. Isto quer dizer que: A energia disponível em qualquer ponto do espaço (Jd), é diretamente proporcional à “potência originalmenteirradiada na direção do feixe”, à área interceptada do cone de radiação e ao tempo de exposição (ela é cumulativa, W = J / t) e inversamente proporcional ao quadrado da distância entre este ponto e o ponto de origem da radiação.
I.D D

O

L

I.L

CSE consultoria e serviços de engenharia ltda.
2

Jd = (S /). (WE . t) / L2 ou:

[W/cm²]

Jd = 0,32 . Aj dim . (WE . t) / L² [W/cm²]Obs.: Para respostas em: [W/cm²], Aj dim. = 3,85 , Portanto: Jd = 0,32 . 3,85 . (WE . t) / L² [W/cm²] ; ou ainda: Jd = 1,232 . (WE . t) / L² [W/cm²] . Onde: Jd = [W/cm²] WE = MW t = s ; (Defaut: t = 0,1 s) L² = m² Mas energia disponível não quer dizer energia transferida. Quando os corpos recebem energia eletromagnética nas freqüências que vão desde infravermelho até ao ultravioleta, passando...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Curto circuito
  • Curto circuito
  • Curto Circuito
  • CURTO CIRCUITO
  • Ensaio a vazio e curto circuito
  • Correntes de curto circuito em BT
  • Ensaio transformador em curto-circuito
  • Física

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!