Curso de desenho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1404 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SHWARTZ, Stuart B – Segredos Internos : engenhos e escravos na sociedade colonial, 1550-1835 / Stuart B. Schwartz; tradução Laura Teixeira Motta. – São Paulo : Companhia das Letras, 1988. 474 pág.
Stuart B. Schwartz, famoso historiador estadunidense, conhecido como um brasilianista de renome, PhD pela Columbia University e professor titular na Yale University, marcou mais uma vez sua assinaturano universo de estudos sobre a História do Brasil Colônia com os “Segredos Internos: Engenhos e escravos na sociedade colonial”, título dado à sua obra Sugar plantations in the formation of Brazilian Society, Bahia, 1550-1835 , por Laura Teixeira Motta.
Segredos Internos foi um dos muitos trabalhos publicados pelo autor , contudo, este desejou marcar literalmente a historiografia brasileira aovislumbrar e detalhar o contexto de uma nova e profunda visão sobre assuntos que vez por outra esbarram em consensos, como o cotidiano na colônia, as relações de poder entre senhores, lavradores e escravos, a metrópole e seu domínio em terras americanas, a formação da sociedade baiana e por conseguinte a brasileira, o uso e substituição da mão-de-obra escrava indígena pela africana, a importânciados engenhos e do açúcar como instrumentos de desenvolvimento para Salvador e na extensa e fértil região do Recôncavo baiano, as aspirações de uma classe senhorial mal vista pela Coroa portuguesa e subjugada a preconceitos pelos residentes em Portugal, e os conflitos e frustrações dos cativos , entre muitas outras coisas.
Schwartz se mostra recatado, e reconhece a dificuldade de compreenderdeterminados conceitos e modos de se perceber vigentes no contexto brasileiro, pois não sendo um nativo, demorara a observar sentidos e significados, e nem sempre os consegue deduzir, talvez isso faça com que sua obra tenha tanto valor e abrangência e seja reconhecida como quase um clássico por muitos autores, servindo para críticas de uns e aclamada por outros, em função deste ser um olhar de umestrangeiro a falar sobre nossa história – e com propriedade – o que pode nos causar certa repulsa e de outra forma para alguns até estranheza. Contudo, ele não seria o primeiro escritor não nascido no Brasil a falar sobre nosso passado, aliais, muito pelo contrário, é de conhecimento geral que após a independência do nosso país foi promovido um concurso para saber como contar a história do paísque “acabara de nascer”, e o vencedor fora um estrangeiro e posteriormente quem a escreveu também o foi. Entretanto, a busca de isenção é uma marca no caso deste escritor contemporâneo nascido nos Estados Unidos.
Segredos Internos nos leva a uma viagem no tempo e no espaço, com uma linguagem simples e momentos de suavidade, porém forte e profunda, vez por outra beirando às de um romance, nosremete de forma quase que didática ao período anterior à formação do Brasil colônia, num verdadeiro mergulho no doce sabor do açúcar e sua importância no mediterrâneo, onde teve início o aprimoramento das técnicas dos engenhos e posteriormente a sua utilização nas ilhas atlânticas da costa africana, aonde chegaram pela expansão marítima ibérica, que levou a cultura da cana para outros lugares noséculo xv. Foi inclusive lá que os portugueses iniciaram a expansão do seu império, e o uso mais intensivo de mão-de-obra escrava africana, fazendo com que desde muito tempo houvesse a associação entre a indústria açucareira e a escravidão, sobretudo a proveniente da África. Também teve início nestas ilhas o sistema de capitanias e posteriormente até a tentativa de “embranquecer” a população, algo queiria ser também experimentado – sem sucesso – em terras brasileiras. Para muitos autores tudo o que acontecera antes do Brasil, servira como um aperitivo, um experimento que seria levado mais a sério no novo mundo descoberto, mesmo que isso não fosse premeditado.
O uso do cultivo da cana como método para iniciar o povoamento de suas novas colônias é comentado por Schwartz como uma das formas...
tracking img