Curso bacharelado em teologia prova de conhecimentos gerais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (957 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA CIRCUNSCRIÇÃO JUDICIÁRIA DE BRASÍLIA/DF

 
 
 
 
 
PATRICIA LUANA DA SILVA COSTA, brasileira, solteira, frentista, inscrito no CPF nº006.456.771-08 e RG nº: 3050327 SSP/DF, residente domiciliada na ______________________________________________________________________________________________________________, vem respeitosamente àpresença de Vossa Excelência, propor
 
AÇÃO INOMINADA

Com base no Código de Defesa do Consumidor e demais legislação correlate, em face a REAL EXPRESSO LTDA, SMAS TRECHO 04,CONJ 05/06 - ASA SULBRASÍLIA/ DISTRITO FEDERAL pelas razões de fato e de direito que passa a expor: 
 
I – DOS FATOS
 
1. 1.    A requerente é pessoa honesta e trabalhadora, que mesmo diante das dificuldadesfinanceiras que vive, pauta sua conduta de acordo com a lei e a boa fé, sempre se pautando por uma conduta idônea junto a todos com quem negocia. 2.    Assim, celebrou com a ré em 23 de junho de 2012,contrato de compra de passage interestadual de ônibus, comprada no guichê da REAL EXPRESSO LTDA, na cidade de Porto Nacional/TO, com destino à Brasília/DF, para aquela mesma data – as 20h e 30 min –cuja poltrona era a de número 45 (qurenta e cinco), no valor de R$ 80,00 (oitenta reais) pago no cartão de crédito, à vista.
 
1. 3.    Ao adentrar o ônibus, a requerente percebeu que só haviapoltronas até o número 42 (quarenta e dois), momento em que o ônibus já estava em movimento (posto que o motorist não aguardou que todos os passageiros estivessem sentados para sair com o veículo).
 1. 4.    Dirigindo-se ao motorist, certificou junto à ele o número de sua poltrona, momento em que o motorist confirmou ser realmente aquele o número de sua poltrona, informando que emu mapróxima cidade desceria um passageiro, vagando uma poltrona para que ela sentasse. O que nunca ocorreu.
 
1. 5.    Desse modo, a requerente teve que viajar da origem em Porto Nacional/TO até seu...
tracking img