Curiosidades sobre o Tatu Bola

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (381 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de julho de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Curiosidades sobre o Tatu Bola
• O tatu-bola, também conhecido como tatu-apara, bola, bolinha, tranquinha ou tatu-bola-do-nordeste;

• espécie atualmente corre risco de entrar em extinção emvirtude da caça e destruição de habitat, encontrando-se na categoria de vulnerável pela IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais). Vale destacar que em algumasregiões do Brasil não é mais possível encontrar essa espécie;

• Possui distribuição geográfica muito restrita, ocorrendo somente na Caatinga e no Cerrado. A espécie já foi registrada em 12 estadosbrasileiros diferentes - Bahia, Ceará, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Piauí, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Tocantins, Paraíba e Rio Grande do Norte;

• O hábito de enrolar-se para defender-se, apesarde ser bastante eficaz contra alguns predadores, não é eficiente para livrá-lo do homem. Adotando essa posição, torna-se presa fácil de caçadores, que acabam capturando o animal com facilidade;

•Diferentemente de outras espécies de tatus, o tatu-bola não é capaz de escavar buracos e não é adaptado à vida subterrânea;

• É considerado o menor tatu brasileiro, possuindo apenas cerca de 50centímetros e1,2 kg. Quando comparado às fêmeas, os machos apresentam-se relativamente maiores;

• Na época de reprodução, é possível observar vários machos seguindo uma fêmea. Existem trabalhos querelatam uma fila de até dez tatus na época de acasalamento, o que os torna presas fáceis. Geralmente a fêmea dá a luz dois filhotes;

• Diante da grande destruição de habitat e da caça predatória,especialistas acreditam que, em aproximadamente 50 anos, não seja mais encontrado nenhum exemplar de tatu-bola. O quadro alarmante fez com que o animal se tornasse objeto de um Plano Nacional de Conservaçãode Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção. O plano está sendo elaborado pelo ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) e deve ficar pronto até o final do ano de 2014;

•...
tracking img