Cultura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4097 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CULTURA ORGANIZACIONAL E CULTURA AVALIATIVA
NAS EMPRESAS BRASILEIRAS

Profª. Angela Guiomar Nogueira

Mestre em Administração, Coordenadora de Estágio e Monografia do Curso de Administração da Universidade Estácio de Sá, professora titular das disciplinas de Administração Estratégica e Administração de Recursos Humanos.

Endereço: Rua Pardal Malet, 14 cobertura. Tijuca, Riode Janeiro, RJ.
CEP: 20270280
Telefones: 2569-1423
2234-4065 (fax)
9912-8075
e.mail: amaurybm@unisys.com.br

RESUMO

A cultura organizacional e a cultura avaliativa devem ser observadas como fenômenos recorrentes. Três importantes referenciais sobre a cultura brasileira mostram de forma complementar e subsidiária o contexto emque os diferentes níveis da cultura operam. O primeiro, de Geert Hofstade, que apresenta os traços culturais de nacionalidade que caracterizam a nossa cultura, o segundo referencial, de Prates e Barros, que traça o perfil da cultura das organizações tipicamente brasileiras; e o terceiro referencial, de Lívia Barbosa, que descreve a cultura avaliativa nas organizações brasileiras. O trabalho indicadificuldades levantadas ao processo avaliativo a partir dos três perfis considerados.

CULTURA ORGANIZACIONAL E CULTURA AVALIATIVA
NAS EMPRESAS BRASILEIRAS

Se administrar é realizar tarefas através de pessoas, é importante para o administrador conhecer as tarefas que vão ser executadas e, também, conhecer as pessoas que vão realizá-las e o nível de desempenho dessas pessoasna realização das tarefas – avaliação de desempenho.
Para conhecer as pessoas, um referencial extremamente significativo é conhecer o passado dessas pessoas. O passado das pessoas conferiu a elas uma certa cultura; daí a importância de estudarmos a cultura das sociedades, das organizações e das pessoas que as integram; e identificar até que ponto a avaliação do desempenho dessas pessoas éafetado por essa mesma cultura em seus diferentes matizes.
Para conhecer a cultura de uma organização é necessário, inicialmente, definir o que é CULTURA e o que é CULTURA ORGANIZACIONAL. Fugindo ao exaustivo rol de 171 definições inventariadas por Kluckhohn e Kroeber (In: Geertz, 2001) entende-se cultura como “a totalidade de padrões de comportamento, artes, crenças, instituições e todos osoutros produtos do trabalho e do pensamento humano característicos de uma comunidade ou população, transmitidas socialmente” (American Heritage Dictionary); a esta definição exaustiva ocorre acrescentar a definição sintética proposta por Sahlins (2003) que sentencia: “as culturas são ordens de significado de pessoas e coisas” (p.9).
Por CULTURA ORGANIZACIONAL, nos termos propostas porEdgar Schein (1992), entende-se: “o conjunto de pressupostos básicos que um determinado grupo inventou, descobriu ou desenvolveu ao aprender a lidar com os problemas de adaptação externa e de integração interna, e que funcionou bem o bastante para serem considerados válidos e ensinados aos novos membros como a forma correta de perceber, pensar e sentir em relação a esses problemas” (p.12). A culturade uma organização representa, também, um recorte da cultura social vigente onde essa mesma organização está inserida . Desta forma para analisar determinada organização sob o aspecto cultural estará sempre subjacente a cultura dos indivíduos que nela operam.

CULTURA ORGANIZACIONAL BRASILEIRA
Sob este tópico será analisada a cultura organizacional brasileira a partir da ótica detrês autores que, com vistas aos propósitos deste trabalho, oferecem contribuições pertinentes face às pesquisas por eles realizadas: Geert Hosftede , Marco Aurélio Spyer Prates e Betânia Tanure de Barros e Lívia Barbosa (In: Motta & Caldas, 1999).

1. Cultura Organizacional Brasileira sob a ótica de Geert Hofstede

Para o autor, o termo CULTURA tem o sentido de “programação da...
tracking img