Cultura popular & educação física

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1996 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO
CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

CULTURA POPULAR, EDUCAÇÃO FÍSICA
E AS LEIS 10639/03 E 11.645/08

Bruno Pinto Clementino da Silva
Tiago Machado
Isabele

Belford Roxo / RJ
BRUNO PINTO CLEMENTINO DA SILVA
TIAGO MACHADO
ISABELE

CULTURA POPULAR, EDUCAÇÃO FÍSICA
E AS LEIS 10639/03 E 11.645/08

Artigo Científico apresentadoà disciplina de Cultura Popular e Folclore para cumprimento dos requisitos do Curso de Educação Física.

Belford Roxo / RJ
INTRODUÇÃO

De acordo com Laraia (1996), desde os primórdios, a humanidade sempre se preocupou em relação aos seres humanos tipos de condutas que determinados povos tinham bem como a análise de suas peculiaridades, sendo unânimes os seres humanos ensaios para setentar justificar essas peculiaridades por meio das transformações dos ambientes físicos.
Neste sentido, Julia (2001) exemplifica por inúmeras vezes em sua obra no intuito de demonstrar que as divergências de conduta entre os povos não possuem explicação em se tratando de diversidades mesológicas, onde para ela tanto a questão geográfica como a biológica não são suficientes para esclarecer asdivergências entre os seres humanos.
A biologia ou as condições geográficas são conceitos que antigamente eram tidos como relevantes com o objetivo de definir o que é cultura. À medida que os anos foram passando diversos estudos foram efetuados concluindo-se que esses conceitos, apesar de terem sido essenciais para a compreensão de algumas características humanas, ainda eram limitadas einconsistentes para a compreensão da definição de cultura.
Desta forma, surgiu uma nova etapa de estudos e explicações para a cultura, que destaca e focaliza a questão da pluralidade cultural, isto é, as inúmeras manifestações culturais e folclóricas existentes dentro de uma sociedade e que varia de região para região.
 Diante do exposto, o presente artigo tem o objetivo de demonstrara importância de se apreciar as diferentes culturas além de valorizar e respeitar o indivíduo que dela faz parte, impedindo de certa forma, a configuração da discriminação e do preconceito dentro do âmbito escolar e da sociedade como um todo.

DESENVOLVIMENTO

Segundo Laraia (1996), a conduta das pessoas encontra-se atrelada ao seu aprendizado, a determinados hábitos denominando esteprocesso como endoculturação. Neste momento o autor exemplifica dizendo que, um menino e uma menina possuem ações diferentes não porque possuem hormônios diferentes, mas porque a estes foi ensinado que de acordo com o sexo, deve-se ter uma conduta diferenciada. Isto é, menina faz coisas de menina e menino faz coisas só de menino. O autor também explica que existe a possibilidade de existir váriasculturas em um mesmo ambiente.
Concordando com tal pensamento, Tura (2001) diz que se observarmos, veremos inúmeras funções que são de responsabilidade feminina, em algumas culturas serem de incumbência masculina e vice-versa.
Segundo Laraia (1996), Tylor conceituou cultura como sendo toda a conduta aprendida pelo ser humano, sem se levar em consideração o repasse genético, buscandoevidenciar que a cultura pode ser considerada como um processo sistemático, pois se trata de um elemento de causa e proporção, propiciando a criação de teses sobre este processo.
Bento e Gonçalves Junior (2007) atenta para o fato de que há muito tempo são estudadas as condutas tanto dos animais quanto do ser humano com o objetivo de conseguir apreender o que o dirige as tarefas cotidianas e,os relacionamentos entre eles na formação dos grupos e na interação entre outros grupos.
No que se refere à origem da cultura, Laraia (1996) cita vários autores, como por exemplo, Claude Lévi-Strauss, no qual para este antropólogo a cultura teve seu início no instante em que o ser humano criou a primeira norma de conduta. O referido antropólogo cita como uma dessas primeiras regras o...
tracking img