Cultura organizacional do branco do brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 45 (11147 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES

INSTITUTO A VEZ DO MESTRE

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CULTURA ORGANIZACIONAL NO BANCO DO BRASIL

Ocian Brilhante Macedo Junior

Orientador: Mário Luiz Trindade Rocha

Brasília

2011

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES

INSTITUTO A VEZ DO MESTRE

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CULTURA ORGANIZACIONAL NO BANCO DO BRASILMonografia apresentada por Ocian Brilhante Macedo Júnior ao Instituto A Vez do Mestre como requisito parcial para obtenção do título de especialista em Gestão Estratégica e Qualidade.

Brasília

2011

AGRADECIMENTOS

Aos meus pais, esposa, filha e aos

colegas de trabalho.

DEDICATÓRIA

Dedico este trabalho a Deus, aos meus pais Ocian e Telma,aos meus irmãos Bráulio, Túlio e Érico, a minha

esposa Cinthia e minha filha Camila.

RESUMO

Esse trabalho tem por objetivo avaliar a mudança da cultura organizacional do Banco do Brasil, uma empresa pertencente a industria financeira, líder de mercado em ativos, com capilaridade nacional e internacional, de capital acionário misto( Governo Federal e investidores privados) e quadrofuncional superior a 100 mil colaboradores.

O BB teve, até 1986, uma participação social latente em suas funções institucionais, desenvolvendo em seus funcionários uma cultura organizacional particular, voltada para o atendimento das políticas públicas, com foco na facilitação das ações sociais. O lucro não era o objetivo a ser buscado, por quanto com a conta movimento da União sendo controlada peloBB, estavam garantidos os recursos necessários para os investimentos.

No ano de 1986, o BB perdeu o controle da conta movimento e passou a atuar com um banco comercial. A partir daí, haveria uma mudança cultural significativa mas que realmente só foi consolidada em 1998 quando o BB lançou um plano de encarreiramento para os novos funcionários concursados. Estes teriam menos direitos a certosbenefícios e seriam tratados como “os genéricos”.

O desafio era unir essa duas gerações, fazendo das diferenças uma vantagem competitiva.

METODOLOGIA

Este trabalho buscará apoio básico em pesquisas bibliográficas na Internet e livros na área de Estratégias Empresariais e Cultura Organizacional. Além disso, consulta a revistas e exemplos práticos quanto a situações vivenciadas nas empresasserão importantes na condução do trabalho.

Quanto aos livros utilizados, como bibliografia básica, pode-se citar as obras dos autores Idalberto Chiavenato, Robert Kaplan e David Norton que auxiliarão no desenvolvimento e entendimento do assunto.

Os trabalhos acadêmicos realizados durante o curso de pós-graduação“Gestão Estratégica e Qualidade” serão importantes na aplicação dos conceitos deGestão Estratégica e Qualidade à gestão da Cultura organizacional com a descrição das ferramentas e a sua aplicabilidade.

A consulta à bibliografia sugerida pelos professores também foi uma maneira de pesquisar materiais mais atualizados a fim de elaborar a monografia.

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO.............................................................................................. 08CAPÍTULO I - Cultura Organizacional – Conceito....................................... 10

CAPÍTULO II - O Banco do Brasil................................................................. 33

CAPÍTULO III – A Cultura Organizacional do Banco do Brasil S/A.............. 43

CONCLUSÃO............................................................................................... 48BIBLIOGRAFIA............................................................................................. 50

INTRODUÇÃO

O tema dessa monografia é a mudança da Cultura Organizacional no Banco do Brasil S/A.(BB) e o ponto focal é o choque cultural entre os funcionários nomeados até 1998 e os novos concursados.

A sugestão do tema surgiu pelas mudanças políticas e econômicas ocorridas no Brasil na...
tracking img