Cruzadas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1336 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Cruzadas

Introdução

Através deste trabalho venho relatar sobre as cruzadas, e o que elas foram, porque esse nome, e quais as consequencias e também saber sobre as explorações oceânicas e a formação dos impérios coloniais, os motivos que levaram os europeus a realizar essas explorações, importância do comercio de escravos no contexto das grandes navegações e diferenciar o regime comercialportuguês do espanhol considerando o Tratado de Tordesilhas.
As Cruzadas
Para os europeus cristãos, infiéis eram os que seguiam o islamismo, os chamado muçulmanos, mourros ou sarracenos. Para combatê-los organizaram-se as Cruzadas.
O nome de Cruzadas é porque os cristãos teciam uma cruz nas roupas simbolizando o voto prestado a igreja.
O fato que provavelmente provocou o início do movimentodas Cruzadas foi a tomada do Santo Sepulcro, em Jerusalém, pelos turcos seldjeícidas, islamistas radicais, que proibiam a peregrinação dos cristãos ate o locam onde acreditavam esta o tumulo de Jesus. Com isso uma onda de religiosidade teria varrido a Europa cristã. Cavaleiros e povo estavam dispostos a dar a vida em troca do acesso ao Paraíso.
A Igreja Católica aproveitou essa onda dereligiosidade em seu próprio interesse. Ao mesmo tempo os muçulmanos seriam combatidos a Igreja Ortodoxa de Constantinopla seria pressionada a conhecer a supremacia do papado sobre toda a Cristandade e acabar com o Grande Cisma de 1054. As Cruzadas resolviam ainda o problema do excedente populacional- para nobres sem feudo, representavam uma oportunidade de enriquecimento; para os marginalizados do processode produção, representavam uma chance de se tornar cavaleiros.
As cruzadas eram apoiadas pelos senhores feudais como uma forma de se livrar da pressão populacional em seus feudos e de diminuir os perigos de saques e assaltos. Nobres sem terra pensavam em obtê-las no Oriente. Os mercadores também apoiavam interessados em conseguir melhores condições de navegação e comercio no Mediterrâneo, com oafastamento dos muçulmanos. O fluxo de mercadorias orientais para a Europa aumentaria, a preços mais favoráveis e lucros maiores.
Os bizantinos viam com bons olhos a chegada dos ocidentais para diminuir a pressão turca sobre Constantinopla e para conseguir as regiões mais ricas do Oriente. Os imperadores bizantinos inclusive, prometiam ajuda em material.
Depois do contato com o lucro e oesplendor do Islão e de Bizâncio os aristocratas europeus passaram a consumir artigos vindos do Oriente. As influencias orientais predominavam e eram sentidas, por exemplo, na decoração da Basílica de São Marcos, em Veneza, com mosaicos e estilo bizantino, e na ampliação do Palácio Ducal. A arte romântica se inspirava no estilo Bizâncio.
Em decorrência disso, o comercio passou por um verdadeirorenascimento, um dos motivos de revigoramento dos centros urbanos. O primeiro impulso tinha sido o trabalho incessante das oficinas dos burgos para fornecer os equipamentos para as cruzadas. A partir do século XXI, a Europa se transformou. O impulso econômico das cidades do Ocidente mobilizou a criação e a expansão dos bancos, dos instrumentos comerciais e de créditos. O Direito Internacional voltavae ser respeitado pelas cidades comerciais. A ruptura de produção dominial fechada favoreceu a expansão econômica, tanto no campo como nas cidades. Paralelamente ocorreram também um renascimento intelectual e artístico e a reconstrução do poder monarnarquico.

As Explorações Oceânicas e a Formação dos Impérios Coloniais

O reconhecimento da nova terra iniciou-se logo após 1500. A primeiraexpedição exploradora, comandada por Gaspar de Lemos, saiu de Portugal em 1501.
Nesta expedição constatou-se a existência de pau-brasil, madeira utilizada no tingimento de tecidos europeus. Assim que essa noticia chegou a Portugal, o rei declarou o pau-brasil monopólio da Coroa.
A mão-de-obra indígena era utilizada na exploração do pau-brasil. Os indígenas trabalhavam em troca de pequenos...
tracking img